quarta-feira, 26 de maio de 2010

Emparn prevê aumento das chuvas entre junho e agosto

O índice de chuvas deve se aumentar entre os meses de junho a agosto no Rio Grande do Norte. A expectativa é da Empresa de Pesquisa Agropecuária do estado (Emparn), que divulgou, nesta terça-feira (25), as análises e previsões pluviométricas para o próximo trimestre, no comparativo com os últimos meses.
Segundo a Emparn, desde o início do ano, que vem se observando uma diminuição das chuvas em todo o estado, com precipitações abaixo da média no semi-árido nordestino. Somente pequenas áreas localizadas em Mossoró, no Seridó e Litoral Sul apresentaram percentuais positivos, ficando na média do volume de chuvas esperado.
Durante o mês de abril, as chuvas foram abaixo da média em praticamente toda a Região Leste (faixa litorânea), Agreste e Central do Estado. Apenas algumas áreas da Região Oeste e Seridó apresentaram chuvas com valores acima da média.
Para o trimestre, de junho a agosto, a indicação é de chuvas em torno da média, a partir da intensificação de atuação do fenômeno La Niña, já característico desta época do ano. Aliado à permanência das temperaturas acima do normal no Oceano Atlântico Tropical, o La Niña deve aumentar o volume de chuvas em todo o Rio Grande do Norte já na primeira semana de junho.
A figura abaixo mostra os desvios de precipitações, ou seja, onde choveu acima ou abaixo do esperado em todas as regiões do estado. Considera-se a longitude 0 como a média esperada
Observa-se que choveu abaixo da média em praticamente todo o Leste, Agreste e Central do estado. Somente áreas da Região Oeste e Seridó é que apresentaram chuvas com valores acima do normal.

Nenhum comentário: