segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Homem é assassinado a golpes de facão em São Miguel

A pessoa de Wilenilton Henrique Soares de Sá, conhecido popularmente como Henrique do Rosário de 30 anos de idade, residente a Rua 07 de Setembro foi brutalmente assassinado a golpes de facão na noite deste domingo (26).
O fato ocorreu por volta das 22h15min nas proximidades da Praça de Eventos do município de São Miguel quando a vitima ao sair de um clube de festas recebeu vários golpes de facão na cabeça e membros superiores sem ter tempo algum de reação. No momento do crime a vítima portava um revolver calibre 32 com 4 munições.
Após a agressão Henrique foi socorrido pela Policia Militar de São Miguel e encaminhado até o Hospital local, onde recebeu os primeiros socorros, sendo em seguida transferido até a cidade de Mossoró, porem em virtude da gravidade dos ferimentos não resistiu e por volta das 23h45min veio a óbito ainda no trajeto.
O corpo ainda foi levado até a sede do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) na cidade de Mossoró onde foram realizados os exames de necropsia. O corpo esta sendo velado na residência de seus país situada a rua Dep. Hesiquio Fernandes, o sepultamento ocorrerá no final da tarde de hoje no Parque São Miguel Arcanjo.
No momento a Polícia Militar de São Miguel continua com as investigações para apurar a autoria do crime de execução. Informações colhidas pelo blog junto a PM dão conta de que o crime possa ter sido cometido por mais de uma pessoa e de que já existem alguns nomes de prováveis suspeitos.

Qualquer informação que possa ajudar a elucidar o fato pode ser repassada a Policia Militar por meio de denuncia através do telefone 190. O sigilo do denunciante será garantido.
local do crime

Arma encontrada de posse da vítima

7 comentários:

Anônimo disse...

Porque tanta barbaridade? Primo eternas saudades... Jorgeane Cristina

Anônimo disse...

A certeza da impunidade que tanto graça este país (e São Miguel tem exemplos de IMPUNIDADE escabrosos) é a principal responsável pela manutenção de crimes tão bárbaros quanto esse no seio da sociedade. A família já tão sofrida de HENRIQUE, esperançosamente espera que, ao menos desta vez, ALGUÉM seja identificado e responsabilizado por esse crime.
Lucrécia Holanda Cruz/FORTALEZA/CE

Lena disse...

NOSSA QUE COISA TERRIVEL COMO O SER HUMANO É CAPAZ DE TAMANHA CRUELDADE.

Anônimo disse...

Mas uma vez o policiamento de São Miguel mostrou seu comprometimento com a população micaelense, em um local muito movimentado desse deixaram fazer isso com um ser humano isso é uma barbaridade, e depois disso eles poderam nos mostrar que eles realmente serve apenas para fazer blitz e prender alguns agricultores trabalhadores que não tem condição financeira para esta em dia com suas contas e prender de menores em automóveis. Por Favor vamos fazer algo de seriedade maior.

Anônimo disse...

esse tipo de crime nunk vi igual isso mostra que nessa cidade nao tem lei coisa nenhuma policiais e autoridades maiorvestem farda so para se gavar dizer que e alguem importante quando a população realmente precisa deles kd somen assim do nada em depois aparecem com carinha de santos meu deus que o senhor mi perdoe mas eu odeio essa raça prometem justiça quando no fim so querem ganharb o seu dinheirinho no fim do mes e bater em quem nao merece apanhar odeio isso bando de ipocritas idiotas nao tem o minimo censo de respeito pela sua farda e nem pelo que horam ser justiça.....e se eu fosse falar de tudo esse

jack silva disse...

ate que enfim prenderam esse monstro graças a deus .deus é sempre justo.ele tarda mas nunca falha e agora q a justiça seja feita.
saudades de vc henrique meu amigo!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

sou um policial militar e tambem fico muitas vezes chateados e porque não dizer revoltado, com indice absurdo de violencia que a nossa sociedade enfrenta, mas posso lhe assegurar que a maioria dos policias militares, dão o sangue, trabalham no limite, privam-se de momentos com a familia, para tentar melhorar essa situação. mas infelizmente não depende só da gente, todos tem sua parcela de culpa; nóis, os governantes,a justiça, e principalmente a sociedade.