sábado, 11 de dezembro de 2010

Projeto que prevê aumentos nos salários do presidente, vice, ministro de estado, senadores e deputado deverá ser votado na quarta

O Projeto que prevê aumento nos salários e vencimentos do presidente da República, vice, ministros de Estado, senadores e deputados deverá ser analisado e votado até a próxima quarta-feira (15). Na última semana de atividades na Casa legislativa, antes do recesso parlamentar que encerra no final de janeiro de 2011, os parlamentares discutirão matéria polêmica no Congresso Nacional, já que não está incluído aumento para os ministros do Supremo Tribunal Federal e outros tribunais.

Os reajustes seriam de 61,8% para deputados e senadores, e de 134% para presidente da República. No caso de ministros de Estado (do governo federal), o reajuste também seria de mais de 130%, mas os salários ficariam um pouco menor que o teto. O acordo ainda precisa ser fechado, porém, a votação não deve passar da quarta-feira (15). A matéria conta com o apoio da maioria dos parlamentares.

A polêmica poderá ser levantada pelo Poder Judiciário que já havia encaminhado ao Congresso projeto reajustando esses vencimentos nos salários do Supremo em quase 15% (elevando-os para R$ 30,3 mil), e não deve aceitar ficar como está. Mas a intenção do Congresso Nacional é equipar os salários dos três Poderes, deixando todos com o mesmo vencimento. O vencimento atual do ministro do Supremo (que é de R$ 26,7 mil ) é considerado o teto do funcionalismo público.

Com a aprovação do projeto, os parlamentares terão seus auxílios aumentados dos atuais R$ 16,5 mil para R$ 26,7 mil. Também passaria a receber este valor, a nova presidente da República Dilma Rousseff. O salário atual de Lula é de R$ 11,4 mil. Os ministros do Estado recebem R$ 10,7 mil.

Um comentário:

Anônimo disse...

quer dizer que para os aposentados o aumento é de apenas 20 ou 30 rais e para quem já ganha um absurdo é de 61% ou mais de 100 % que bom para eles que fazem as leis e mesmo aprovam não,precisamos ser políticos mesmo,de fato é a unica forma de ganhar dinheiro sem morrer de trabalhar.parabéns para eles e para o povo que ajudam a isso acontecer. zilma