sábado, 18 de dezembro de 2010

PT expulsa prefeito de Antonio Martins

O Partido dos Trabalhadores decidiu neste sábado (18) pela expulsão do prefeito de Antonio Martins, Edmilson Fernandes (PT) por contrariar a linha dogmática do partido que estabeleceu aliança política com o candidato ao governo do Estado, Iberê Ferreira (PSB). Na época da campanha, o prefeito Edmilson optou pelo apoio da candidata Rosalba Ciarlini (DEM), que venceu as eleições.
Para o partido, a “traição partidária” deveria ser punida já que o prefeito não estava seguindo as orientações do partido. De acordo com o presidente do PT no Rio Grande do Norte, Eraldo Pereira, a expulsão do prefeito do partido foi feita através de votação entre os correligionários e tem que ser respeitada. “Fizemos uma avaliação da decisão do prefeito e optamos pela exclusão dele do partido”, argumenta.
Eraldo Pereira comentou ainda que a decisão unânime de expulsão não prejudica, nem otimiza a posição do partido no Estado. “Eu vejo como uma decisão que tomamos como exemplar e nós, não perdemos, nem ganhamos”, frisa. O prefeito não tinha na lista nenhuma divergência no partido e este foi a primeira vez que “desobedeceu” as orientações do partido.
Sobre a situação do cinco vereadores - Francisco de Oliveira Filho, Evaristo Venceslau Batista Filho, Francisco Olímpio Neto, Francisco Reginaldo de Oliveira e José Roberto de Oliveira - também do partido que seguiram o prefeito, o PT não colocou em votação qual seria a punição deles, mas Eraldo afirmou que esse ponto será analisado futuramente. O comunicado oficial ao prefeito Edmilson será feito na próxima segunda-feira (20).

Nenhum comentário: