terça-feira, 23 de setembro de 2014

Bancários de todo o país poderão entrar em greve na próxima terça-feira (30)

Após 30 dias de negociações do Comando Nacional dos Bancários com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o sindicato da categoria anunciou, na última sexta-feira, greve dos bancários em todo o país.

Assembleias estão agendadas em todos os estados durante esta semana para analisar a sugestão do Comando Nacional dos Bancários. A proposta é iniciar a paralisação por tempo indeterminado a partir da próxima terça-feira, 30.

Na última rodada de negociação da Campanha Salarial 2014, promovida na sexta-feira, os bancos ofereceram reajuste salarial de 7% na data-base, 1º de setembro, e 7,5% para os pisos.

Entretanto, os bancários querem reajuste de 12,5%, valorização dos pisos salariais: R$ 2.979,25 (salário mínimo do Dieese) para caixas e escriturários, R$ 5.064,73 para primeiro comissionado e R$ 6.703,31 para primeiro gerente. Além da Participação de Lucros e Resultados (PLR) de três salários mais R$ 6.247,00.

O Comando Nacional dos Bancários também considerou insuficientes as propostas para as reivindicações não econômicas da categoria, apresentadas pela Fenaban.

Nenhum comentário: