quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Servidores da Uern adiam para 9 de outubro decisão sobre possibilidade de greve

Os servidores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) decidiram na manhã desta quarta-feira (24), em Assembleia Geral, aguardar até o dia 7 de outubro por uma contra proposta do Governo do Estado em relação à campanha salarial da categoria. E definiram para o dia 9 de outubro a realização de nova assembleia para tomar uma posição definitiva a respeito do movimento, encetado pelo SINTAUERN, por melhores condições salariais e de trabalho.

A campanha salarial dos Técnicos Administrativos da UERN foi encetada em parceria com a Associação dos Docentes da instituição visando um reajuste salarial de 57,7% que garantiria o cumprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores da instituição.

A presidente do SINTAUERN, Rita de Cássia Negreiros, disse que a categoria acatou por aguardar até o dia 7 de outubro uma posição do Governo do Estado, já que a data coincide com a realização de nova assembleia dos professores da instituição, que já contará com alguma proposta a este respeito para submeter a classe.

No dia 7 de outubro, a diretoria da ADUERN fará a apresentação da contra proposta da área econômica do Governo do Estado em relação ao percentual reivindicado pela classe de 57,7 por cento. E adotará uma nova posição em relação ao movimento da classe por melhores condições salariais e de trabalho. No dia 9 de outubro, será a vez do SINTAUERN promover Assembleia Geral Extraordinária para tratar sobre o assunto.

*Assecom da UERN

Nenhum comentário: