sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Henrique Alves tem 40% e Robinson Faria 33% na última pesquisa do Instituto do Ibope

Henrique Alves (PMDB) tem vantagem de 7 pontos na reta final da campanha, afirma a pesquisa Ibope divulgada hoje (3) sob encomenda da Intertv Cabugi. Segundo o instituto carioca, o candidato do PMDB ao governo tem 40% das intenções de voto, seguido por Robinson Faria (PSD) com 33%.

Robério Paulino (PSOL) tem 4%. Simone Dutra (PSTU) e Araken Farias (PSL) tem 1%, cada. Brancos e nulos somam 15%, e indecisos totalizam 6%. No levantamento anterior, realizado pelo instituto nos dias 26 e 28 de setembro, Henrique tinha 38%, seguido por Robinson, com 31%.

Henrique tem 50% e Robinson, 42% dos votos válidos no RN

Levando em conta apenas os votos válidos, Henrique tem 50%, Robinson tem 42%, Robério, 5%; Simone, 2%; e Araken, 1%. Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto, assim, segundo o Ibope, “Henrique Alves mantém vantagem, mas não é possível afirmar se haverá definição no primeiro turno”.

Segundo turno - O Ibope fez uma simulação de segundo turno entre Henrique Eduardo Alves e Robinson Faria. Os resultados são os seguintes:

Henrique: 42%
Robinson: 36%
Branco/nulo: 15%
Não sabe/não respondeu: 7%

Realizada entre os dias 1º e 3 de outubro, a pesquisa contou com 812 entrevistas em 40 municípios. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) sob o protocolo número RN-00041/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob protocolo número BR-00982/2014.

Nenhum comentário: