segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Segundo turno das Eleições 2014 registrou 3.238 urnas substituídas e 1.052 ocorrências

Em coletiva de imprensa concedida na noite deste domingo (26), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, anunciou que no segundo turno das Eleições 2014, 3.238 urnas eletrônicas foram substituídas em todo o país. Esse número corresponde a 0,75% do total das 434.057 urnas disponibilizadas para o pleito (428.894 urnas de votação e 5.163 urnas de recepção de justificativas). Do total de equipamentos substituídos, 869 continham o leitor de identificação biométrica do eleitor.

Em apenas três seções eleitorais (uma em Minas Gerais, em Unaí, uma em Pernambuco, em João Alfredo, e outra em São Paulo, no bairro do Grajaú), foi necessário realizar a votação manual, por meio de cédulas eleitorais impressas.

Ao todo, mais de 530 mil urnas estiveram à disposição da Justiça Eleitoral para este segundo turno eleitoral, sendo 61.438 urnas de contingência e, o restante, urnas de reserva, que ficam armazenadas nos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Ocorrências - A Justiça Eleitoral registrou 1.052 ocorrências neste segundo turno das Eleições 2014. Destas, 451 resultaram em prisão; as demais (601) foram solucionadas sem que nenhum cidadão fosse preso. As principais ocorrências foram de boca de urna, com 406 registros (268 com prisão e 138 sem prisão), e divulgação de propaganda, com 303 registros (48 com prisão e 255 sem prisão).

O Rio de Janeiro foi o estado que mais contabilizou ocorrências. Ao todo, foram 275 (174 com prisão e 101 sem prisão). Em seguida, vêm o Rio Grande do Norte, com 114 registros (33 com prisão e 81 sem prisão), e Minas Gerais, com 108 ocorrências (40 com prisão e 68 sem prisão). Não foi registrada nenhuma ocorrência em todo o país envolvendo candidatos.

Nenhum comentário: