sábado, 13 de dezembro de 2014

Cai o número de mortes por Influenza H1N1 no Rio Grande do Norte

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige), divulgou nesta sexta-feira (12), o Informe Epidemiológico com a situação da Influenza A (H1N1) no Rio Grande do Norte.  A publicação chama a atenção para a diminuição de casos confirmados e óbitos no estado. Em 2013 foram 18 casos confirmados de H1N1 e 5 óbitos. Já em 2014, foram 02 casos confirmados da doença, com 01 óbito. A Sesap acredita que a vacinação associada às medidas preventivas adotadas pela população tenha influência nessa queda.

Segundo a nota, entre os meses de janeiro e dezembro de 2014, o Instituto Evandro Chagas (Belém-PA) emitiu 122 laudos de casos suspeitos para a doença no estado, tendo sido apenas 02 confirmados para H1N1, 06 Influenza A H3/Sazonal, 25 vírus sincicial respiratório, 05 casos de Metapneumovírus humano, 02 Rinovírus, 02 coronavírus e 80 negativos para vírus respiratórios.

Das duas novas confirmações de Influenza A (H1N1) no estado, um caso veio a óbito. Foi de um paciente de 42 anos de idade, residente no município de Mossoró, notificado em 08/04/2014, evoluindo para óbito em 09/04/2014. Já o segundo caso, foi um paciente de 47 anos de idade, que também reside em Mossoró, foi notificado em 15/04/2014, ficou hospitalizado por 15 dias, recebeu alta e passa bem.

Com relação ao óbito de uma paciente de 19 anos, residente em Mossoró, que foi amplamente divulgado como caso suspeito de influenza, a Sesap informa que o resultado do exame, liberado no dia 02 de dezembro, deu negativo para a doença. O caso foi notificado à vigilância em 09 de novembro e a paciente evoluiu para óbito no dia seguinte.

A Influenza A (H1N1) é uma doença respiratória aguda (gripe), transmitida de pessoa para pessoa, principalmente por meio da fala, tosse ou espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas. A Sesap chama a atenção para as principais medidas de prevenção que são: lavar as mãos com água e sabão, especialmente após tossir ou espirrar; ao tossir ou espirrar, cobrir a boca com lenço descartável; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; lavar as mãos frequentemente e não levar as mãos sujas aos olhos, nariz e boca.

Nenhum comentário: