segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Potiguar conquista ouro inédito em Campeonato Mundial de Natação realizado no Qatar

O potiguar Marcos Macedo, estudante de medicina na UFRN, tornou-se campeão mundial de natação em Doha, no Qatar, neste domingo, 07 de dezembro de 2014. O nadador de 24 anos integrou a equipe de revezamento 4x100m Medley Masculino do Brasil, com Guilherme Guido (costas), Felipe França (peito) e César Cielo (crawl).

A equipe do Brasil largou em 7º, fez a primeira transição em 3º e assim oscilou a cada transição do revezamento a poucos centésimos contra a Grã-Bretanha, França e EUA. Na última transição, ao fechar a prova com Cesar Cielo, o Brasil ultrapassou a equipe americana e conquistou o ouro inédito nessa prova em mundiais de piscina curta (25m).

Foi a 7ª medalha de ouro da seleção brasileira na competição e a 10ª que colocou o Brasil no ranking das maiores potências da natação mundial, uma das melhores campanhas já realizadas. “Não vou dizer que a gente esperava ganhar a competição. Isso é inédito para o Brasil, é uma surpresa muito grande. Temos um grande time”, disse Cielo ao canal SporTV.

Além de Marcos Macedo, outra nordestina conseguiu um feito inédito deixando sua marca como a mulher mais rápida do mundo na prova do 50m nado costas. Etiene Medeiros é pernambucana e especialista no estilo costas, batendo o recorde mundial da prova com 25’’67.

Marcos Macedo havia conseguido vaga na seleção principal após o ouro nos 100m Borboleta no Troféu José Finkel, realizado em São Paulo/SP, em 02 de setembro. De lá para cá, seu foco estava no treinamento especialmente para o mundial realizado pela Federação Internacional de Natação - FINA. Durante a semana, o potiguar havia se classificado para a final da prova com o 4º tempo e acabou na 8ª colocação no 100m Borboleta.

O nadador tornou-se o primeiro potiguar da história a ir para uma final individual num mundial da FINA e a conquistar um ouro para alegria e orgulho de toda a comunidade aquática do Estado e do Brasil.

Nenhum comentário: