quinta-feira, 26 de março de 2015

Galeno destaca ações do Governo para zerar fila de espera por cirurgias ortopédicas

Mais de 650 pacientes aguardam, em casa ou nos hospitais, por uma cirurgia ortopédica. Os dados são do Complexo Estadual de Regulação, que o deputado Galeno Torquato (PSD) citou durante pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (26). O parlamentar chamou a atenção para as ações do Governo do Estado no sentido de reduzir a demanda reprimida de cirurgias de trauma no período de três meses.

“O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), pretende zerar a fila de espera por cirurgias ortopédicas no Rio Grande do Norte em um prazo de três meses. Para isso, a Sesap já está trabalhando a execução de um Plano Estadual de Ortopedia, com medidas em curto, médio e longo prazo, que está sendo implantado na rede hospitalar tanto pública quanto privada”, disse Galeno Torquato.

Plano Estadual de Ortopedia - A primeira medida do plano contempla a visita de membros da coordenadoria a todos os hospitais credenciados para a especialidade, coletando informações e entrevistando chefes da ortopedia e diretores dos hospitais. Numa primeira fase do Plano, será dada atenção especial com o objetivo de dotar as unidades atuais de condições básicas adequadas e indispensáveis ao atendimento da demanda.

O parlamentar destaca que os procedimentos de curto prazo já estão gerando uma melhora na rotatividade dos leitos, desafogando principalmente o Hospital Walfredo Gurgel com a liberação da porta da urgência e desocupação dos corredores. “Em médio prazo, com a adoção do Plano Estadual da Ortopedia 2015, esperamos que haja uma ampliação da rede com novas unidades de saúde para atendimento dos pacientes da ortopedia e traumatologia e parceria com os municípios”, destacou Galeno.

A terceira etapa do Plano consiste em inaugurar o Hospital de Trauma do RN, inaugurar um hospital de ortopedia e traumatologia com credenciamento em alta complexidade e residência médica em ortopedia e traumatologia, além de abrir o serviço de ortopedia do Hospital Santa Catarina.

Galeno disse também que já existem medidas sendo adotadas pela Coordenadoria de Ortopedia. Uma delas é a “Desospitalização”, que consiste em realizar um pré-agendamento com aqueles pacientes com condições de aguardar em casa por cirurgias ortopédicas. Outra iniciativa foi a abertura do ambulatório do Hospital Rui Pereira para avaliação da lista de pacientes que aguardam cirurgias e definir conduta, parecer das demandas judiciais e acompanhamento dos pacientes operados no Hospital Walfredo Gurgel.

De acordo com o deputado, além disso, membros da Coordenadoria de Ortopedia estão constantemente visitando todos os hospitais da rede, avaliando a infraestrutura (número de leitos, consultórios, sala de gesso, raio x, centro cirúrgico, equipamentos, materiais de consumo), escalas de profissionais e definindo metas. Atualmente, formam a rede de atendimento em ortopedia no Rio Grande do Norte os hospitais: Walfredo Gurgel/Pronto Socorro Clóvis Sarinho, Ruy Pereira, Deoclécio Marques de Lucena (Parnamirim), regionais de Currais Novos, Pau dos Ferros e Mossoró. Na rede privada, o Hospital Memorial e a Policlínica Paulo Gurgel.

*Assecom da AL-RN

Nenhum comentário: