quinta-feira, 28 de maio de 2015

Sesap inicia as obras de adequações de 21 maternidades do RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) inicia nesta quinta-feira (28) a execução das obras de adequações de 21 maternidades filantrópicas, municipais e estaduais nas regiões de saúde do Rio Grande do Norte que receberam subsídios do Projeto RN Sustentável.

As maternidades dos municípios de Jucurutu, Caicó, Parelhas e Santana do Matos, na região do Seridó, serão as primeiras a serem beneficiadas com o início das obras. O segundo bloco contempla, na próxima semana, a região metropolitana e Agreste Potiguar em obras de adequações em maternidades dos municípios de Goianinha, São José do Mipibu, Santo Antônio, Ceará-Mirim, João Câmara, São Paulo do Potengi e São Gonçalo. Os demais municípios terão obras iniciadas até o dia 16 de junho. São eles: Macau (02), Natal, Caraúbas, Almino Afonso, Pau dos Ferros, Lajes, Angicos, Assu e Currais Novos.

Segundo a gerente do projeto RN Sustentável, na Sesap, Ana Beatriz Petta, as 21 maternidades que receberão as obras são divididas regionalmente, sendo escolhidas de acordo com os indicadores materno-infantis no Rio Grande do Norte, bem como na observação dos vazios existentes na rede de atendimento. O total de recursos investidos nas adequações das maternidades é de U$ 372 mil ou R$ 863.040,00 em valores atuais.

Outra ação da Sesap, subsidiada pelo Projeto RN Sustentável, acontece nesta sexta-feira (29) com o lançamento do Protocolo da Assistência Materno Infantil do Estado do Rio Grande do Norte, às 9h na Escola de Governo do Centro Administrativo. O protocolo fortalece as ações da rede materno infantil e será implantado inicialmente em 40 maternidades públicas e filantrópicas do estado, através da capacitação (prevista para o segundo semestre) de 1.500 profissionais médicos e enfermeiros da área de atenção primária em assistência pré-natal.

A parceria com o Banco Mundial tem proporcionado à Sesap realizar importantes ações de planejamento estratégico de políticas públicas para a área de saúde, contribuindo para uma assistência mais humanizada e diminuição das desigualdades socioeconômicas no Rio Grande do Norte. Dentre essas ações, destacam-se a ampliação e melhoria da qualidade dos serviços e o fortalecimento das redes de atenção Materno-infantil, Urgência e Emergência que já vinham sendo desenvolvidos pela Secretaria de Estado da Saúde Pública.

Nenhum comentário: