terça-feira, 21 de julho de 2015

Avaliação positiva do governo Dilma cai para 7,7% em julho

A avaliação positiva do governo Dilma Rousseff caiu para 7,7% segundo a 128ª Pesquisa Confederação Nacional do Transporte (CNT/MDA), divulgada hoje (21). A avaliação negativa passou de 64,8%, em março, para 70,9% no levantamento realizado entre os dias 12 e 16 de julho. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios.

A última pesquisa, divulgada em março, mostrou que 10,8% das pessoas ouvidas consideraram positiva a avaliação do governo. Com o atual resultado, o governo teve a menor avaliação positiva registrada pela pesquisa desde outubro de 1999, quando o desempenho do governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso foi aprovado por 8% das pessoas.

Em março, 18,9% dos entrevistados avaliaram o desempenho pessoal da presidenta como positivo, 77% avaliaram negativamente e 3,4% não souberam dizer ou não responderam.

Durante a campanha eleitoral, 41% dos entrevistados consideraram o governo de Dilma positivo e 23,5% consideraram negativo. No levantamento feito nos dias 27 e 28 de setembro do ano passado, 35% das mais de 2 mil pessoas ouvidas avaliaram a administração como regular e 0,5% dos entrevistados não souberam ou não responderam no período pré-eleitoral.

Lula perderia eleição para tucanos, mostra pesquisa CNT

A popularidade do ex-presidente Lula está afetada a reboque do pico de rejeição atingido pela presidente Dilma Rousseff. Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira traz três cenários eleitorais em que Lula é derrotado por Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra.

No primeiro cenário pesquisado, foram colocados os nomes de Lula, Aécio, Marina Silva e Jair Bolsonaro. O tucano aparece em primeiro lugar com 35,1%, Lula teria 22,8%, Marina 15,6% e Bolsonaro 4,6%. No segundo turno, o ex-presidente perderia, já que Aécio aparece com 49,6% contra 28,5%.

Quando o adversário de Lula é Alckmin, o tucano sequer vai ao segundo turno, já que o ex-presidente aparece com 24,9%, Marina tem 23,1%, Alckmin 21,5% e Bolsonaro 5,5%. Ainda assim, a pesquisa optou por pesquisar o nome de Alckmin no segundo turno e nessa simulação, o governador paulista venceria com 39,9% contra 32,3% de Lula.

Também derrotado por Marina Silva no primeiro turno, Serra é o nome pesquisado na simulação de segundo turno do cenário 3. No primeiro turno, Lula mais uma vez seria o ganhador com 25%, Marina a segunda colocada com 23,3% e Serra com 21,2%. No segundo turno, o tucano venceria com 40,3% contra 31,8% de Lula.

Nenhum comentário: