sábado, 15 de agosto de 2015

Justiça na Praça em São Miguel teve ampla participação da população

A comarca de São Miguel, recebeu durante esta sexta-feira (14) a 42ª edição do programa Justiça na Praça, que é realizado pelo Tribunal de Justiça do RN, por meio de seu Núcleo de Ações e Programas Socioambientais (Naps), e conta com a parceria de diversas instituições. O programa teve suas atividades realizadas na Praça de Eventos Maestro Pedro Rufino, com a celebração de casamento comunitário pela juíza Fátima Soares, que formalizou a união de 131 casais.

Um fato que chamou a atenção dos organizadores do evento foi a grande quantidade de pessoas que atenderam ao chamado do Poder Judiciário e, desde as primeiras horas da manhã, já formavam longas filas em busca dos inúmeros serviços oferecidos de forma totalmente gratuita. Dentre os serviços oferecidos, um dos mais procurados pelos micaelenses era a primeira via da Carteira de Identidade, bem como o CPF.

A tenda onde ocorreu o casamento comunitário ficou repleta de nubentes, familiares, amigos e também curiosos, já que muitos queriam ver como era um casamento comunitário. A juíza Fátima Soares, responsável pelo casamento comunitário, disse que sua participação na 42ª edição do programa é motivo de satisfação e alegria, e desejou a todos um casamento feliz. “Hoje temos aqui um exercício de cidadania que está sendo disponibilizado para vocês. Vocês aproveitem porque hoje é um dia ímpar para toda a região, um dia em que o Tribunal abre as portas para o acesso à justiça de uma forma simples”, aconselhou.

“Aqui eu tive uma grata surpresa em ver tantas pessoas participando, felizes por estarem casando e por ver suas demandas serem atendidas pelos juízes, promotores, advogados e demais integrantes do programa e verem ser atendidos os seus problemas”, externizou a desembargadora Zeneide Bezerra, coordenadora do Naps. Ela afirmou que o objetivo do Tribunal de Justiça é aproximar, desmistificar o Judiciário que até então era uma instituição fechada e que no dia de hoje tem 15 juízes trabalhando em praça pública.

Esta foi a primeira vez que o Justiça na Praça foi realizado na comarca, formada ainda pelos municípios de Coronel João Pessoa, Doutor Severiano e Venha Ver, que juntas chegam a 40 mil habitantes.

*Informações e fotos da Assecom do TJ-RN

Nenhum comentário: