quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Após 87 dias de greve, servidores do INSS voltam ao trabalho

Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retornaram ao trabalho nesta quarta-feira (30), após 87 dias de paralisação. No entanto, os atendimentos só serão retomados nesta quinta-feira (1), quando os funcionários passarão a realizar mutirões para atender o público. O dia de hoje será destinado a reorganização interna do sistema, que estava em greve desde o dia 7 de julho. A previsão é que o serviço esteja regularizado em um mês.

Nos mais de dois meses de paralisação, 15 milhões de pessoas ficaram sem atendimento em todo o País. Das 22.768 perícias agendadas, 13.831 foram realizadas, 6.274 reagendadas e 2,6 bilhões de reais deixaram de ser pagos pelo Governo. Em Natal, a situação não foi das piores. Durante a greve, três das cinco agências mantiveram o funcionamento com 60% do efetivo e as perícias continuaram a ser realizadas até o final de agosto. Já no interior do estado, a situação não foi amenizada da mesma forma e é esperada uma maior demanda nos próximos dias.

Entre as conquistas obtidas com a greve, destaque para o aumento salarial de 10,8%, dividido em duas parcelas, a primeira a ser paga em agosto de 2015 e a segunda em janeiro de 2017, além da incorporação da integralidade das gratificações após a aposentadoria.

A categoria também conseguiu negociar reajustes referentes a questão do vale transporte, vale alimentação, auxílio creche e a reposição da tabela de evolução dos servidores novatos, que voltam a subir de nível a cada 12 meses, não mais a cada 18, como vinha acontecendo. 

Nenhum comentário: