terça-feira, 13 de outubro de 2015

PRF registrou 71 mortes nas rodovias federais do país durante o feriado prolongado

Durante o feriado prolongado, iniciado no último sábado (10) e finalizado ontem (12), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 1.037 acidentes e 71 óbitos em rodovias federais que cortam o país. A Operação Aparecida começou na sexta-feira (9).

De acordo com balanço preliminar divulgado hoje (13), durante o período, homens da corporação fiscalizaram 92.038 pessoas e emitiram 19.958 multas, além de recolher 508 veículos por diversas irregularidades.

"Excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares, embriaguez ao volante e a falta de itens de segurança, tal como cadeirinhas e cintos de segurança, foram pontos focais das ações", informou a PRF.

A Operação Aparecida registrou ainda 24.746 testes de etilômetros (bafômetros) feitos em rodovias federais. Ao todo, 497 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool, sendo que 80 deles excederam os limites tolerados pela legislação e foram presos.

Rio Grande do Norte – No Rio Grande do Norte, sete mortes foram registradas nas estradas federais do estado durante o feriadão de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre a sexta (9) e a segunda-feira (12) foram registrados 23 acidentes. Além das vítimas fatais, outras 26 pessoas ficaram feriadas.

A maioria das mortes, cinco delas, ocorreram na BR-304, a mais violenta do ano no Rio Grande do Norte. As mortes aconteceram em Mossoró, Lajes, Assu e Santa Maria. As duas outras mortes ocorreram em Patu e Acari.

Segundo o inspetor Roberto Cabral, da PRF, todos os acidentes que acabaram com vítimas fatais foram provocados devido à imprudência dos motoristas. “Todos foram motivados por imprudências, tais como excesso de velocidade, ultrapassagem proibida e embriaguez ao volante”, destacou.

A PRF também fez quatro prisões nesta segunda durante um protesto em frente ao Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, na Grande Natal. Duas pessoas foram detidas por desacatar policiais rodoviárias federais, um motorista foi flagrado dirigindo embriagado e outro homem foi preso por ter um mandado em aberto por estupro. No total a PRF realizou mais de 700 testes de bafômetro e prendeu 23 pessoas por embriaguez ao volante.

Nenhum comentário: