quarta-feira, 20 de abril de 2016

Sesap divulga dados atualizados da Influenza no RN

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou boletim epidemiológico com dados sobre a situação epidemiológica da Influenza no Rio Grande do Norte.

Até o dia 16 de abril de 2016 (referente à semana epidemiológica 15) foram notificados 69 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo que seis casos foram confirmados como Influenza A (H1N1), um foi confirmado para Influenza A H3N2, 47 estão em investigação e 15 foram descartados para Influenza e para vírus respiratórios.

Dentre os 69 casos notificados para SRAG, 17 evoluíram para o óbito e dentre os seis casos foram confirmados para Influenza A (H1N1), três evoluíram para o óbito e três tiveram alta por cura.

A confirmação dos casos se dá por isolamento viral (técnica de Reação em Cadeia de Polimerase/rt-PCR), a partir de amostra de secreção nasofaríngea. No caso do Rio Grande do Norte, estas amostras são processadas pelo laboratório de Referência, Instituto Evandro Chagas, em Belém, estado do Pará.

O município de Natal registrou o maior número de casos notificados para SRAG com 35 residentes neste município, seguido pelo município de Parnamirim com 14 notificações. De modo geral, foram registrados 68 notificações de residentes em municípios do RN e um caso notificado de SRAG residente no município de São Paulo/SP.

A Influenza A (H1N1) é uma doença respiratória aguda (gripe), transmitida de pessoa a pessoa principalmente por meio da fala, tosse ou espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.

A Sesap antecipou o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2016 para o próximo dia 25 de abril, seguindo até 20 de maio. A vacinação antecipada vai incluir todos os grupos prioritários e o Dia D de mobilização continua mantido para o dia 30. No RN, a população a ser vacinada é de 776.019 mil pessoas, de acordo com dados do Programa Estadual de Imunizações da Sesap.

Nenhum comentário: