terça-feira, 24 de maio de 2016

Enem registrou aumento de 9,4% no número de inscritos em relação a 2015

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou 9.276.328 inscritos. O número representa um aumento de 9,4% em relação a 2015, quando certa de 8,5 milhões de candidatos se inscreveram. Trata-se também do segundo maior número de inscritos no exame, ficando atrás apenas de 2014, quando o Enem registrou 9,5 milhões de inscritos. As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro.

O número ainda poderá ter alterações, uma vez que as inscrições só são confirmadas após o pagamento da taxa de R$ 68. O prazo para que isso seja feito é até as 21h59, no horário de Brasília, do dia 25. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os candidatos de baixa renda.

Neste ano, o número de pagantes caiu em relação ao ano passado. Em 2015, 40,2% dos inscritos eram pagantes. Em 2016, são 28,9%, a menor porcentagem desde 2013.

A maior parte dos inscritos é mulher (57,37%) e negra (50%), considerando a soma de pretos e pardos. A Região Sudeste lidera as inscrições, com 35,86%, seguido pelas regiões Nordeste (32,12%), Sul (11,93%), Norte (11,16%) e Centro-Oeste (8,94%).

No total, foram registrados 72 mil pedidos de atendimento especializado e 107,4 mil atendimentos específicos. O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial. O atendimento específico é feito a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas.

O participante que solicitou um desses atendimentos poderá ter que apresentar documento comprobatório de que precisa desse atendimento. Aqueles que participaram do exame no ano passado e apresentaram o diagnóstico assinado por médico ou profissional especializado, não precisam apresentar a comprovação este ano.

Os participantes transexuais e travestis que solicitaram o uso do nome social deverão enviar formulário específico pelo sistema, na internet, junto com foto e documento de identificação, no período de 1º a 8 de junho. 

Nenhum comentário: