quarta-feira, 29 de junho de 2016

Verdade sobre a escolha do Pré-candidato a vice-prefeito na chapa de oposição em Venha-Ver

A escolha do nome para a vice-prefeito na chapa oposicionista, encabeçada por Célio Pinicapau na cidade de Venha-Ver, foi motivo de especulação desde muito cedo.

O grupo de vereadores, entre eles (Miguel Queiroz, Carlinhos e Moises), formaram uma bancada com maioria na câmara municipal. Ao longo do mandato sempre estiveram alinhados e fortalecendo o projeto de candidatura da oposição.

Consequentemente, de forma legítima, sempre se cogitou o nome de algum dos vereadores para compor a chapa na condição de vice-prefeito.

Particularmente, cada um dos vereadores trabalhou para ser o nome escolhido, o que é natural dentro do processo democrático e eleitoral.

Desse modo, é de conhecimento não só do grupo de vereadores, mas também da população, que Célio Pinicapau sempre esteve aberto para dialogar sobre este assunto. Procurou juntamente com seu grupo político e, ouvindo os eleitores, encontrar a solução viável e democrática para a escolha do seu vice.

Também é de conhecimento da população venhaverense, que mais recentemente, outros nomes, inclusive de pessoas que fazia/faz parte do grupo adversário desejaram juntar-se a oposição.

Podemos destacar os nomes do vereador Sandro Cabeção e o atual pré-candidato a vice-prefeito no grupo governista, Francisco da Prefeitura.

Chegou-se, inclusive, a ser indicado o nome de Francisco da Prefeitura, para compor a chapa de Célio Pinicapau, com o aval do prefeito Expedito Salviano. No entanto, os eleitores de Célio foram contra e barraram o acordo.

Quem de fato, escolheu o pré-candidato a vice-prefeito da chapa de oposição?

Certamente, os pretendentes a compor a chapar com Célio Pinicapau, na qualidade de vice, foram muitos. Todavia, a escolha coube ao povo.

A indicação do nome de Sandro Cabeção, não foi uma escolha pessoal de Célio, nem tão pouco uma imposição de alguém. Foi uma escolha do povo, um desejo da maioria do eleitorado de Venha-Ver. Diante dessa realidade, coube Célio e aos vereadores que o acompanha, aceitar a aclamação da sua gente.

Portanto, essa questão, dentro do grupo político de oposição, foi resolvida consensualmente e de forma democrática. A adesão do vereador Sandro, fortalece o projeto da oposição. Por isso tem sido motivo de preocupação para os adversários, que a todo custo, tentam criar atritos com este episódio, divulgando informações falsas.

*Fonte: Portal Venha-Ver

Nenhum comentário: