quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Galeno Torquato cobra planejamento no programa de perfuração de poços no interior do RN

Preocupado com a situação da falta de água no Alto Oeste, o deputado Galeno Torquato (PSD) disse nesta quarta-feira (31) na sessão plenária da Assembleia Legislativa que vai solicitar da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado, um levantamento com as informações sobre os critérios para a perfuração de poços no interior do Estado, qual quantidade e em quais municípios esse trabalho já foi realizado.

“Como Presidente da Frente Parlamentar da Água, nesta Casa, me preocupo com as providências que estão sendo tomadas pelo Governo do Estado para solucionar a crise no abastecimento. Está faltando assistência aos municípios. Não há logística, nem planejamento, nem gestão administrativa na execução desse trabalho”, disse Galeno.

De acordo com o deputado, há municípios que estão com problemas de abastecimento há mais de três anos e ainda não foram beneficiados com a perfuração, enquanto que em um só município já foram perfurados 100 poços.

“É preciso que sejam estabelecidos os critérios, pois há reclamações dos prefeitos e da população, não somente na nossa região, mas também em outras regiões. Há inclusive informações de que em alguns casos as máquinas se deslocam para o interior, passam dois dias e o pessoal retorna para Natal sob a alegação de que não há combustível. É preciso fazer levantamento dos municípios que estão em colapso de abastecimento e que as perfuratrizes façam um trabalho que tenha começo, meio e fim. Sou da base do Governo, mas vou solicitar levantamento para saber para onde essas máquinas foram e que trabalhos fizeram”, acrescentou Galeno.

O deputado disse ainda que em defesa do povo quer saber porque ainda não foi inaugurada a adutora do Alto Oeste, o que deveria ter ocorrido desde o início do ano, beneficiando 14 municípios da região.

Ele foi aparteado pelo deputado Vivaldo Costa (PROS) que manifestou solidariedade ao pronunciamento dizendo que “é preciso que a Secretaria de Recursos Hídricos tome providências para as reclamações que são de toda a Casa”.

Já Tomba Farias (PSB), também em aparte, concordou que além das dificuldades financeiras falta planejamento. “No Trairi essas máquinas ainda não passaram. Nós temos adutora mas a zona rural precisa de água”.

*Assecom da AL-RN

Nenhum comentário: