sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Pesquisa Seta/Blogue do Xerife mostra liderança de Zé Gaudêncio com 47,22% contra 30,56% de Dário

O Blog do Robson Pires divulgou na tarde desta sexta-feira (30) os números da pesquisa de opinião realizada pelo Instituto Seta com a finalidade de aferir a preferência do eleitorado para o cargo de prefeito do município de São Miguel.

Se as eleições fossem hoje a pesquisa estimulada (quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados) mostra que Zé Gaudêncio (PSD) lidera a disputa com 47,22% das intenções de voto. Em segundo lugar na preferência do eleitorado micaelense aparece Dario Vieira (PP) com 30,56% e em terceiro lugar Roberto de Chico Bernardino (PSOL) com 1,67%. O percentual dos que não souberam responder representa 12,22%, e dos que responderam que não votarão em nenhum dos candidatos ou votarão em branco ou nulo somou 8,33%.
Rejeição – A pesquisa Seta/Blogue do Xerife perguntou aos entrevistados em quem eles não votariam de jeito nenhum. Neste quesito Dario Vieira lidera com 30,28%. Zé Gaudêncio é o segundo mais rejeitado com 20,28% e Roberto de Chico Bernardino é menos rejeitado dos três candidatos com um percentual de rejeição de 11,67%.


Possibilidade de mudança de voto – Com relação à possibilidade de mudança de voto, a pesquisa Seta/Blogue do Xerife mostra que 80% dos eleitores entrevistados já estão convictos do seu voto e não mudarão de voto, enquanto que 20% responderam que ainda podem mudar o seu voto.

Avaliação da gestão municipal – O Instituto Seta também ouviu a opinião dos eleitores micaelenses acerca da avaliação da administração do atual prefeito de São Miguel, Dario Vieira. Conforme os números, 50% dos entrevistados desaprovam a atual administração municipal. O percentual dos que aprovam a gestão municipal somou 37% e o total dos que não souberam ou não responderam foi de 13%.

Avaliação da gestão estadual – Outro item pesquisado pelo instituto Seta foi à avaliação sobre a administração do estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria. Em São Miguel, a desaprovação da gestão do governador Robinson soma um percentual de 52% enquanto que a aprovação atinge 28%. O percentual dos que não souberam ou não responderam foi de 20%.

Registro - A pesquisa que foi realizada nos 23 e 24 de setembro de 2016 ouviu 400 eleitores de diversos bairros e Zona Rural de São Miguel. O levantamento que tem intervalo de confiabilidade de 95% e margem de erro de 4,5% para mais ou para menos está registrado no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) sob o protocolo RN-04494/2016.

Saiba o que pode e o que não pode no dia da votação

As eleições municipais 2016 ocorrem nos dias 2 (1º turno) e 30 de outubro (2º turno) e trazem uma série de cuidados a serem tomados pelos eleitores. Confira as condutas vedadas e permitidas para o pleito.

No dia da votação, é proibida aglomeração de pessoas portando bandeiras, broches, adesivos ou roupas padronizadas que caracterizem manifestação coletiva – incluindo comícios, carreatas e uso de amplificadores sonoros. O eleitor pode manifestar sua preferência política por candidato, partido ou coligação apenas de forma individual e silenciosa.

Na seção eleitoral, é vedado o porte de armas, trajes de banho, telefone, filmadoras ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto. É permitido ao eleitor levar a cola com os números dos candidatos e votar uma única vez. Tentar violar a urna eletrônica e o pleito eleitoral é crime.

Nenhum automóvel poderá fazer transporte de pessoas com objetivo de interferir na decisão do eleitor, a partir do dia 1º de outubro. Emissoras de rádio e TV estão proibidas de realizar debates com os candidatos e de veicular propagandas eleitorais.

O comércio pode funcionar normalmente, desde que proporcione efetivas condições para os funcionários votarem. Já a venda de bebidas alcoólicas está proibida de 6h às 18h no dia das Eleições. No entendimento que o álcool pode afetar o discernimento, é recomendável que os eleitores também suspendam o seu uso.

Para servidores da Justiça Eleitoral, mesários e secretários das mesas de votação e escrutinadores (aqueles que trabalham na apuração dos votos), é vedado o uso de vestuários ou objetos com propaganda de partido, coligação ou candidato.

Caso o eleitor tome conhecimento de um crime eleitoral, é dever comunicar ao juiz da zona onde o crime ocorreu. A denúncia será enviada ao Ministério Público, que investigará o caso e oferecerá a denúncia em até 10 dias. O sigilo é garantido.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte disponibiliza o livro “Dia da Eleição” com diversas informação de interesse dos eleitores. Acesso ao livro no link abaixo:

Termina hoje a Campanha Nacional de Multivacinação

Termina hoje (30) a Campanha Nacional de Multivacinação, que tem como objetivo atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes. Devem comparecer aos postos de saúde crianças menores de 5 anos e crianças e adolescentes de 9 a 15 anos.

De acordo com o Ministério da Saúde, o objetivo da ação é combater a ocorrência de doenças imunopreveníveis no país e reduzir os índices de abandono à vacinação – sobretudo entre adolescentes. Ao todo, 350 mil profissionais participam da campanha.

Ainda segundo a pasta, estão sendo disponibilizadas vacinas contra a tuberculose, o rotavírus, o sarampo, a rubéola, a coqueluche, a caxumba e o HPV, entre outras. Como a vacinação é feita de forma seletiva para a população-alvo, não há meta a ser alcançada.

Mudanças no calendário - Em janeiro deste ano, o ministério alterou o esquema de quatro vacinas: a poliomielite, o HPV, a meningocócica C (conjugada) e pneumocócica 10 valente.

O esquema contra a poliomielite passou a ser de três doses da vacina injetável (2, 4 e 6 meses), mais duas doses de reforço com a vacina oral. Até 2015, o esquema era de duas doses injetáveis e três orais.

Já a vacinação contra o HPV passou de três para duas doses, com intervalo de seis meses entre elas para meninas saudáveis de 9 a 14 anos. Meninas de 9 a 26 anos que vivem com HIV devem continuar recebendo o esquema de três doses.

No caso da meningocócica C, o reforço, que era administrado aos 15 meses, passou a ser feito preferencialmente aos 12 meses, podendo ser feito até os 4 anos. As primeiras duas doses continuam aos 3 e 5 meses.

A pneumocócica sofreu redução de uma dose e passou a ser administrada em duas (2 e 4 meses), com um reforço preferencialmente aos 12 meses, mas que pode ser recebido até os 4 anos.

Programa Nacional de Imunizações - Atualmente, o Programa Nacional de Imunizações oferece cerca de 300 milhões de imunobiológicos, entre vacinas e soros – incluindo todas as doses recomendadas pela Organização Mundial da Saúde.

FPM: Ultimo repasse de setembro soma R$ 1,6 bilhão; Mês fecha com crescimento nominal de 2,24% em relação a 2015

O último repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês de setembro será creditado nas contas das Prefeituras brasileiras nesta sexta-feira, 30 de setembro.

Considerando o porcentual destinado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) o valor repassado é de Os R$ 1.678.817.870,39, sem essa retenção, o montante a ser distribuído entre os entes municipais chega a R$ 2.098.522.337,99 – valores brutos.

Em levantamento, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca que esse terceiro decêndio apresenta crescimento de 7,89%, em relação ao mesmo repasse feito em 2015. Isso, em termos nominais, sem considerar os efeitos da inflação sob o valor. Quando a considera, o valor real dos repasses, apresenta retração de 0,46%.

Acumulado do Mês - Ao somar os três repasses feitos este mês, o FPM acumula em setembro R$ 5,153 bilhões, no mesmo período do ano passado a mesma conta ficou em R$ 5,041 bilhões. Em termos nominais, o somatório dos repasses cresceu 2,24%.

Mesmo com o resultado positivo, o levantamento da área estudos técnicos da CNM mostra que o primeiro repasse e esse último foram maiores que os efetivados valores de 2015. A segunda transferência desde mês foi 11,81% menor do que a feita no mesmo período do ano anterior.

Ano - De janeiro até agora, o FPM acumulou nominalmente R$ 59,980 bilhões, frente aos R$ 60,245 bilhões registrados no mesmo período de 2015. Em termos nominais, o somatório dos repasses apresentou redução de 0,44%. O que, segundo a CNM, caracteriza redução nos valores efetivamente repassados. Além disso, quando se considera os efeitos da inflação, o acumulado do Fundo 2016 tem retração expressiva: de -9,08%. 

TRE-RN determina suspensão da venda e consumo de bebidas alcoólicas no dia da eleição

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte determinou a suspensão da venda e de consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos- bares, restaurantes, supermercados e outros estabelecimentos similares -, em todo estado do Rio Grande do Norte entre 6h e 18h do próximo domingo 02 de outubro (primeiro turno das eleições); e entre 06h e 18h do dia 30 de outubro, em Natal/RN, na eventualidade do 2° turno.

A portaria é assinada pelo presidente do TRE/RN, Desembargador Dilermando Mota, pelo Corregedor Ibanez Monteiro e também assina a portaria o procurador Regional Eleitoral Dr Kléber Martins.

O TRE-RN tem a missão de garantir a legitimidade do processo eleitoral e o livre exercício do direito de votar e ser votado, a fim de fortalecer a democracia; bem como, compete ao Tribunal expedir instruções com vistas ao bom funcionamento do serviço eleitoral. O regional Potiguar considera que o voto consciente deve prevalecer em prol do fortalecimento do processo democrático, que não se coaduna com a ingestão, ainda que moderada, de bebidas alcoólicas, sabidamente capaz de afetar a capacidade de discernimento do ser humano.

Esta medida restritiva de venda e consumo de bebidas alcoólicas, nos pleitos anteriores, tem mostrado a eficácia esperada para a boa ordem do processo eleitoral, reduzindo o número de ocorrências formalizadas e distúrbios nos locais de votação.

O descumprimento desta determinação ensejará a prática do crime de desobediência, nos moldes do art. 347 do Código Eleitoral (Lei nº 4737/65). Os Juízes Eleitorais, em face das peculiaridades das respectiva zonas, podem elastecer o horário aludido (06h às 18h) editando, para tanto, com, no mínimo, 48 (quarenta e oito) horas antes do pleito, portaria com amplo conhecimento ao eleitorado pelos meios que entender cabíveis, como também, Os magistrados Eleitorais darão ciência imediata ao Ministério Público Eleitoral e aos órgãos de segurança pública locais, para o devido conhecimento e cumprimento.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Coligação “O Trabalho Vai Voltar” realiza grande comício no encerramento das campanhas de Zé Gaudencio e Salismar

Milhares de micaelenses foram às ruas na noite da última quarta-feira (28) para acompanhar novamente os candidatos da coligação “O Trabalho vai voltar”, liderada por Zé Gaudencio e Salismar. Mais uma vez, a multidão presente no evento externou o seu desejo de mudança na administração municipal, que apresenta alto índice de reprovação entre a população.

“Quando eleitos iremos reconstruir a cidade e devolver a dignidade que a população merece. São Miguel estacionou no tempo e precisa voltar a crescer. Estejam certos que com o Zé o trabalho vai voltar. No dia 1 de janeiro de 2017 vamos dar início a transformação do nosso município. A vitória se aproxima!”, declarou Zé Gaudencio.

Candidato a vice-prefeito na chapa, Salismar Correia voltou a lamentar o descaso da atual gestão e reafirmou que a cidade precisa ser resgatada. “Vamos construir uma realidade bem diferente para o micaelense. Dar um basta em todo esse desmando e desrespeito que aqui se instalou”, disse.

A candidatura de Zé Gaudencio é apoiada pelo seu irmão, o deputado estadual Galeno Torquato, maior liderança política do alto oeste e ex-prefeito de São Miguel por duas vezes, onde exerceu uma administração de referência. Em discurso, o parlamentar comprovou mais uma vez todo o seu prestígio junto à população micaelense.

“No dia 2 de outubro vamos às urnas confirmar a mudança em São Miguel. Vamos eleger Zé Gaudencio e Salismar e varrer para bem longe da cidade uma cambada de incompetentes que aqui se alojou para destruir o município e desrespeitar a nossa gente. Mas os seus dias estão contados. Falta bem pouco para darmos o troco nesses traidores. Vamos à vitória São Miguel!”, declarou Galeno.

Se a coisa já não andava boa para o grupo adversário, a dor de cabeça aumentou ainda mais essa semana após a publicação de uma pesquisa realizada pela Consult que revelou uma vantagem de quase 13% a favor de Zé Gaudencio, o que representa uma diferença de mais de 1800 votos.

Além dos candidatos da majoritária, a mobilização desta quarta-feira reuniu ainda os candidatos a vereador da coligação e outras dezenas de adesões que durante a semana declararam apoio à chapa de Zé Gaudencio e Salismar.

*Assecom

Encerramento da Festa do Padroeiro São Miguel Arcanjo 2016 acontece hoje (29)

Imagem: João Paulo Oliveira
A Paroquia de São Miguel Arcanjo realiza hoje (29) o encerramento oficial das festividades alusivas ao Santo Padroeiro São Miguel Arcanjo que neste ano teve como Tema “Em Nome de Cristo: Reconciliai-vos com Deus” e como Lema: “Na Família, Missão e Sociedade...”.

O encerramento oficial das festividades ocorrerá a partir das 16h30min quando ocorrerá a Procissão com a Imagem de São Miguel Arcanjo pelas ruas da cidade, seguida pela Santa Missa de encerramento oficial da festa, arreamento das bandeiras e tradicional bateria com queima de fogos.

Consult aponta vitória de Neri Oliveira (PSD) com 73,7% dos votos em Doutor Severiano

O Blog Politica Pauferrense divulgou na tarde de ontem (28) os números da pesquisa realizada pelo Instituto Consult no município de Doutor Severiano. O levantamento que aferiu as intenções de voto de 380 pessoas de todas as regiões do município foi realizado no dia 20 de setembro.

Pergunta Estimulada: De acordo com o resultado da pergunta estimulada, Neri Oliveira (PSD) lidera a disputa com 73,7% da preferência do eleitorado, enquanto que Dedé Nogueira (PT) foi citado por 21,8% dos entrevistados. Portanto, uma diferença esmagadora de 51,9%. Os indecisos somaram 4,2% e o índice das pessoas que não souberam responder ficou abaixo de um por cento.
Pergunta Espontânea: Na pergunta espontânea, Neri Oliveira foi citado por 71,8% bem a frente de Dedé Nogueira com 20,3%. Neste quesito, a diferença entre os dois candidatos é de 51,5%. Indecisos representaram 7,6% e o índice dos que não souberam responder ficou novamente abaixo de um por cento.
Cristalização do Voto: Os números referentes à cristalização dos votos, refletidos no questionamento feito ao eleitor sobre a possibilidade de mudança de voto até o dia do pleito, sinaliza fortemente que não haverá surpresas nas eleições municipais em Doutor Severiano. De acordo com a pesquisa, 90,3% das pessoas ouvidas não mudarão o voto, sendo que apenas 6,3% admitiram a possibilidade de mudar de opinião. Desta forma, tem-se que dificilmente este cenário sofrerá alterações. 
Avaliação da gestão municipal: A gestão do prefeito Carlos Aquino (DEM) também foi avaliada na Pesquisa Consult pelos severianenses, tendo alcançado desempenho satisfatório junto à população. O atual gestor foi aprovado por 62,1% dos entrevistados, enquanto que 25,3% disseram reprovar suas ações. 12,6% disseram não saber responder.
Registro - A sondagem foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número de protocolo RN-03472/2016 e custou R$ 4.000,00 (quatro mil reais). A margem de erro é de 5% para mais ou para menos e o grau de confiabilidade é de 95%.

*Informações do Blog Politica Pauferrense

Mais de dois milhões de potiguares vãos às urnas no próximo domingo (02)

Mais de dois milhões de norte-rio-grandenses vão às urnas domingo, 2 de outubro, para escolher prefeitos e vereadores. A votação acontece entre 8h e 17h e a consulta sobre o local de votação já está liberada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A consulta pode ser feita por nome através do site do TSE, no qual o eleitor precisará informar seu nome, data de nascimento e nome da mãe. Porém, no próprio título de eleitor constam a zona e seção em que o titular vota.

Para a eleição é necessário apresentar ao mesário um documento oficial com foto, não sendo obrigatório o uso do título de eleitor. Os documentos poderão ser: carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação. Não serão admitidas certidão de nascimento nem de casamento.

O voto é através da urna eletrônica. O primeiro será para o cargo de vereador e o eleitor poderá votar em um candidato ou apenas no partido. Para votar no candidato de sua preferência é preciso digitar os cinco números, conferir o nome e a foto e, caso esteja correto, teclar "CONFIRMA". Caso erre o número, aperte o botão "CORRIGE", digite os números corretos, e confirme o seu voto.

Para o voto de legenda – apenas no partido – o eleitor deve digitar somente os dois primeiros números. Antes da confirmação do voto, a urna apresentará o partido e uma mensagem de alerta ao eleitor que, se confirmado o voto, ele será computado para a legenda.

O segundo voto será para o cargo de prefeito. Para votar no candidato de sua preferência é preciso digitar os dois números do candidato, conferir o nome e a foto dele e, caso esteja correto, teclar "CONFIRMA". Caso erre o número, aperte o botão "CORRIGE", digite os números corretos, e confirme o seu voto. Finalizada a votação, a urna eletrônica emite um sinal sonoro e exibe a palavra "FIM".

O eleitor que por algum motivo não puder votar, deve justificar a ausência. Caso se ausente dos dois turnos, é preciso uma justificativa para cada um. Esta pode ser feita no dia da eleição, em um dos postos de justificativa, ou em até 60 dias após a ausência.

Eleições 2016: mais de 78% das urnas eletrônicas já estão prontas para serem usadas no dia 2 de outubro

No dia 2 de outubro, mais de 144 milhões de eleitores vão às urnas para a escolha dos novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de 5.568 municípios. Para que todos possam votar com tranquilidade e segurança, a Justiça Eleitoral trabalha intensamente para deixar tudo pronto no dia do pleito. Neste ano, serão utilizadas cerca de 550 mil urnas eletrônicas distribuídas nas 457.445 seções eleitorais de todo o país. Desse número, 121 seções são destinadas para o voto de presos provisórios e adolescentes internados.

Até o presente momento, 78,64% das urnas eletrônicas que vão ser usadas no pleito já estão prontas. Isso significa que elas já foram carregadas com os dados dos eleitores que votam em cada seção e dos candidatos que concorrerão no pleito (nome, partido, foto, cargo para o qual concorrem e número). Esse procedimento, chamado de carga das urnas eletrônicas, é de responsabilidade dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Alguns estados já finalizaram o procedimento. É o caso do Acre, Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Roraima e Santa Catarina. Outros estão bem próximos de finalizar o processo: Rio Grande do Sul (99%), Mato Grosso (98,49%), Rio Grande do Norte (93,24%), Paraíba (91,13%), Rio de Janeiro (88,07%), Pernambuco (87,43%), Rondônia (87%), Piauí (84,60%) e Pará (84,03%).

Urnas de contingência - Das 550 mil urnas eletrônicas que vão ser usadas nas eleições deste ano, 48.844 são de contingência, isto é, estarão à disposição da Justiça Eleitoral caso algum equipamento precise ser substituído durante o processo de votação. O estado com o maior número de urnas eletrônicas de contingência é São Paulo, com 7.755. Na sequência, aparecem: Paraná, com 4.206; Minas Gerais, com 3.862; Santa Catarina, com 3.403; e Rio de Janeiro, com 3.233. Outras 4.842 urnas vão ser utilizadas nas mesas receptoras de justificativa. Do total de urnas usadas no pleito, 12,26% são de contingência e 1,27% (4.842) atendem às mesas de justificativa.

Procedimento de carga - A carga ou preparação das urnas eletrônicas deve ser feita em sessão pública, com prévia convocação dos fiscais dos partidos e coligações para a assistirem e procederem aos atos de fiscalização. Após a geração de mídias, ocorre o procedimento de carga, que significa transferir para as urnas os dados inseridos nos cartões de memória. As memórias de votação ficam em compartimento lacrado na urna e guardam as informações da votação. Por fim, a memória de resultado é aquela na qual, após o fechamento da seção, é gravado o resultado da votação e enviado para a totalização.

As atividades podem ser acompanhadas por representantes de partidos, coligações, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O processo marca o fechamento do sistema de registro de candidaturas. Segundo a legislação, irão para as urnas os dados dos candidatos com os registros deferidos e também os indeferidos com recurso, pois até a decisão final do processo, estes ainda estão aptos a fazer campanha.

Secretaria de Saúde notifica 464 casos de microcefalia no RN

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (SUVIGE) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) do Rio Grande do Norte notificou, até o momento, 464 casos suspeitos de microcefalia relacionados às infecções congênitas.

Registradas até a semana epidemiológica (SE) 38, encerrada no último dia 24, as notificações apontam que, do total, 333 são de nascimentos ocorridos em 2015, 121 são de nascimentos ocorridos até o encerramento da semana epidemiológica, quatro foram de nascimentos ocorridos em 2014 e os demais estão entre os abortos e pré-natal.

De acordo com a SUVIGE, o aumento da prevalência dos casos de microcefalia foi evidenciado especialmente a partir do mês de setembro de 2015, com pico em novembro.

Do total das notificações, 132 estão sob investigação, 138 foram confirmados e 194 foram descartados (por apresentar exames normais; por apresentar microcefalia e/ou malformações congênitas por causas não infecciosas ou por não se enquadrar nas definições de caso).

Os casos notificados estão distribuídos em 88 municípios das oito regiões de saúde do estado. Os municípios de Natal, Mossoró e Parnamirim lideram as estatísticas das notificações com 97, 89 e 37 casos, respectivamente. Já os casos confirmados foram registrados em 48 municípios do estado, igualmente liderados por Natal (37), Mossoró (14) e Parnamirim (9).

Faltam 3 dias: Termina hoje (29) o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão

Os candidatos às eleições deste ano vão apresentar nesta quinta-feira (29) os últimos programas do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão referentes ao primeiro turno. Nestas eleições, o tempo da propaganda foi reduzido de 45 para 35 dias.

O horário eleitoral gratuito vai ao ar das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10 no rádio. Na televisão, a propaganda é transmitida das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

Já as inserções são veiculadas em tempos de 30 e 60 segundos para prefeito e vereador, de segunda a domingo, em um total de 70 minutos diários, distribuídos ao longo da programação entre 5h e 00h.

Hoje também é o último dia para a realização de debates no rádio e na TV e para a propaganda mediante reuniões públicas ou promoção de comícios e carros de som.

Mega-Sena: Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 5,5 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.861 da Mega-Sena, cujo foi realizado nesta quarta-feira (28) em Alpinópolis (MG), e o prêmio acumulou para R$ 5,5 milhões.

Veja as dezenas: 02 - 04 - 09 - 35 - 45 - 60.

A quina teve 41 apostas ganhadoras e cada uma vai levar R$ 33.009,81. Outras 3.181 apostas acertaram a quadra e vão levar R$ 607,80 cada uma. A estimativa de prêmio para o concurso 1.862, a ser realizado no sábado (1º), é de R$ 5,5 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Bancários decidem manter a greve após reunião terminar sem acordo

A reunião da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) desta terça-feira (27) terminou sem acordo, e os bancários decidiram manter a greve. Uma nova rodada de negociações foi marcada para quarta-feira (28), às 15h.

No 22º dia de greve, 13.449 agências e 36 centros administrativos tiveram as atividades paralisadas, segundo o último balanço da Contraf-CUT. É a greve mais longa já realizada pela categoria dos bancários.

Negociações - A categoria já havia rejeitado a primeira proposta da Fenaban - de reajuste de 6,5% sobre os salários, a PLR e os auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil. A proposta seguinte, também rejeitada, foi de reajuste de 7% no salário, PLR e nos auxílios refeição, alimentação, creche, além de abono de R$ 3,3 mil.

Os sindicatos alegam que a oferta não cobre a inflação do período e representa uma perda de 2,39% para o bolso de cada bancário. Os bancários querem reposição da inflação do período mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial - no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho) -, PLR de três salários mais R$ 8.317,90, além de outras reivindicações, como melhores condições de trabalho.

A Fenaban disse em nota que a última proposta apresentada "resulta numa remuneração superior à inflação prevista para os próximos doze meses, com ganho expressivo para a maioria dos bancários".

Atendimento - Em nota, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) lembra que os clientes podem usar os caixas eletrônicos para agendamento e pagamento de contas (desde que não vencidas), saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais.

Nos correspondentes bancários (postos dos Correios, casas lotéricas e supermercados), é possível também pagar contas e faturas de concessionárias de serviços públicos, sacar dinheiro e benefícios e fazer depósitos, entre outros serviços.

Greve passada - A última paralisação dos bancários ocorreu em outubro do ano passado e teve duração de 21 dias, com agências de bancos públicos e privados fechadas em 24 estados e do Distrito Federal. Na ocasião, a Fenaban propôs reajuste de 10%, em resposta à reivindicação de 16% da categoria.

PESQUISA CONSULT/BG: Célio de Elizeu lidera a disputa por uma vaga na Câmara Municipal de São Miguel

A pesquisa do Blog do BG realizada em parceria com o instituto Consult também revelou o cenário da disputa por uma das onze vagas na Câmara Municipal de São Miguel.

Conforme os números a liderança é do candidato Célio de Elizeu com 5,1% da preferência. Completando a lista dos cinco mais citados aparecem os candidatos Zé Edmilson com 4%, Dr. Carlos, Sandra Flor e Célio Lagoa com 3,5% cada. O percentual dos entrevistados que responderam que ainda não saber em quem irão votar alcançou 32,1% e 3,5% informaram que não irão votar em nenhum vereador.

Vale frisar que por se tratar de um levantamento espontâneo, quando não citados nomes de candidatos, até mesmo figuras que não postulam vagas na Câmara de Vereadores aparecem na pesquisa, bem como candidatos podem aparecer com variações em seus nomes e até mesmo com duplicidade de nomes.

O levantamento realizado pelo instituto Consult foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte sob o número de protocolo 08512/2016. A coleta de dados foi realizada no dia 21 setembro quando o instituto ouviu 430 eleitores espalhados em vários bairros e na Zona Rural do município. A margem de erro é de 4,7% tanto para mais quanto para menos e o intervalo de confiabilidade é de 95%.

Veja nas imagens abaixo os mais citados para vereador na disputa por uma vaga na Câmara Municipal:
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR E VER MELHOR

PESQUISA CONSULT/BG: Na disputa pela Prefeitura de São Miguel Zé Gaudêncio tem 47,9% contra 35,3% de Dario e 2,3% de Roberto


O Blog do BG em parceria com a Consult Pesquisa (Consultoria e Pesquisa Técnica Ltda.) divulgou na tarde desta terça-feira (27) os números da primeira pesquisa eleitoral com vistas á sucessão municipal no município de São Miguel.

Na pesquisa estimulada quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados, Zé Gaudêncio (PSD) lidera a disputa com 47,9% das intenções de voto. Em segundo lugar na preferência do eleitorado micaelense aparece o atual prefeito Dario Vieira (PP) com 35,3% e em terceiro lugar Roberto de Chico Bernardino (PSOL) com 2,3%. O percentual dos que não souberam representa 9,3%, e dos que responderam que não votarão em nenhum dos candidatos somou 5,1%.
Espontânea – Já na pesquisa espontânea, que é aquela em que o eleitor fala o primeiro nome que lhe vem à cabeça, sem acesso a qualquer nome, Zé Gaudêncio (PSD) lidera a disputa com 43% das intenções de voto. Em segundo aparece Dario Vieira (PP) com 31,4% seguido por Roberto de Chico Bernardino (PSOL) com 1,9%. O percentual dos que não souberam representa 18,4%, e o dos que informaram que não votarão em nenhum dos candidatos somou 5,3%.
Avaliação da Administração Municipal - Além de questionar a preferência dos eleitores para os cargos de Prefeito e Vereador, a Consult ouviu a opinião dos eleitores micaelenses acerca da avaliação da administração do atual prefeito de São Miguel, Dario Vieira. Conforme os números, 50,2% dos entrevistados desaprovam a atual administração municipal. O percentual dos que aprovam a gestão municipal somou 40,5% e o total dos que não souberam ou não responderam foi de 9,3%.
Avaliação do Governo do Estado – Outro item pesquisado foi à avaliação sobre a administração do estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria. Em São Miguel, a desaprovação da gestão do governador Robinson é maior que a aprovação. Robinson soma uma desaprovação de 44,2%, enquanto que a aprovação atinge 27,4% e o percentual dos que aprovam a gestão municipal somou 40,5% e o percentual dos que não souberam ou não responderam foi de 28,4%.
A pesquisa do Blog do BG em parceria com o instituto Consult foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte sob o número de protocolo 08512/2016. A coleta de dados foi feita no dia 21 setembro ocasião em que o instituto ouviu um total de 430 eleitores espalhados em vários bairros e Zona Rural do município. A margem de erro do levantamento é de 4,7% tanto para mais quanto para menos e o intervalo de confiabilidade é de 95%.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Igarn divulga dados atualizados da situação dos reservatórios do RN

O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) possui como uma de suas atribuições o monitoramento do volume de águas nos reservatórios do estado. Ao todo, 47 reservatórios são monitorados.  As últimas análises demonstraram que este volume de águas continua reduzindo nos açudes vistoriados, resultado da escassez de chuvas.

O último relatório de situação volumétrica, datado do dia 23 de setembro, indica que 21, dos 47 reservatórios do estado, com capacidade acima de cinco milhões metros cúbicos, já estão em volume morto ou secos. Se a estiagem permanecer na próxima estação chuvosa, outros 10 chegarão à mesma situação em período inferior a 12 meses.

Maior reservatório do estado, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, com uma capacidade de 2,4 bilhões de metros cúbicos, atualmente possui 453,4 milhões de metros cúbicos, o que corresponde a 18% do seu volume máximo. Já a Barragem de Umari está com 13,82% da sua capacidade, o que na vazão atual suportará até agosto de 2017.

Na região do Seridó, o açude Itans está com 2,24% de sua capacidade o que já caracteriza volume morto. O Açude de Cruzeta na mesma região com menos de 1% também está em volume morto.

Em termos percentuais, 44% dos açudes do estado já se encontram em volume morto ou secos. Até dezembro deste ano outros 5 podem chegar à mesma situação, o que aumentaria a porcentagem para 52%. Os dados atuais apontam que, nas condições atuais de uso, dois reservatórios possuem volume suficiente para chegar a 2019 e apenas um entraria 2020 sem estar no volume morto.

Faltam 5 dias: Eleitores não podem ser presos a partir de hoje (27)

A partir desta terça-feira (27) e até 48 horas depois do encerramento da votação, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto. A determinação consta do Código Eleitoral (artigo 236).

No entanto, o eleitor poderá ser preso em flagrante delito se arregimentar outros eleitores ou fizer propaganda de boca de urna no dia da eleição. Também constitui crime usar alto-falante e amplificador de som, promover comício ou carreata e divulgar qualquer espécie de propaganda de partido político ou candidato.

O eleitor que for flagrado praticando tais crimes será punido com detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de 5 mil a 15 mil UFIR.

26 prefeitos não disputam a reeleição no Rio Grande do Norte

Uma nova realidade sociopolítica surgiu nas eleições de 2016 no Rio Grande do Norte: Dos atuais 122 prefeitos com direito a disputar a reeleição, como permitido pela legislação eleitoral, 26 abdicaram da disputa e não estão concorrendo ao pleito. O levantamento foi feito pela Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN.

SITUAÇÃO SEMELHANTE NO PAÍS INTEIRO - De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em todo o país, há 4.024 municípios com prefeitos aptos à reeleição, dos quais 1.830 abriram mão da reeleição. O número também é inédito no Brasil.

DADOS:

PREFEITOS COM DIREITO À REELEIÇÃO NO RN: 122, dos quais 26 não querem disputar

PREFEITOS SEM DIREITO À REELEIÇÃO NO RN: 45

MUNICÍPIOS ONDE OS PREFEITOS TÊM DIREITO À REELEIÇÃO E ABRIRAM MÃO:


ANGICOS, BARAUNA, BOA SAÚDE, BODÓ, CARNAÚBA DOS DANTAS, CURRAIS NOVOS, CRUZETA, DOUTOR SEVERIANO, ESPÍRITO SANTO, JANDAÍRA, JOÃO DIAS, JUNDIÁ, LAGOA NOVA, LAGOA D'ANTA, MACAU, MONTE DAS GAMELEIRAS, MOSSORÓ, NISIA FLORESTA, SÃO MIGUEL DO GOSTOSO, SÃO PEDRO, SÃO TOMÉ, SÃO VICENTE, SÍTIO NOVO, TANGARÁ, TEN. LAURENTINO CRUZ E VERA CRUZ.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Governo reajustará salários do Mais Médicos a partir de janeiro de 2017

Portaria do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação publicada hoje (26) no Diário Oficial da União reajusta de R$ 10.570 para R$ 11.520 o salário de profissionais do Programa Mais Médicos. O novo valor mensal da chamada bolsa-formação já considera a contribuição previdenciária e passa a valer a partir de janeiro de 2017.

“O valor da bolsa-formação será revisto anualmente, tendo como referência o mês de junho do exercício financeiro em curso, mediante indexação pelo incremento da inflação no Brasil nos 12 meses anteriores à data de cálculo da revisão, com efeitos financeiros a partir de janeiro do ano subsequente”, informou a publicação.

Programa - O Mais Médicos foi criado pelo governo federal com o objetivo de melhorar o atendimento a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais, a iniciativa prevê mais investimentos para construção, reforma e ampliação de unidades básicas de saúde, além da criação de novas vagas de graduação e residência médica para qualificar a formação desses profissionais.

TSE já recebeu mais de 32 mil denúncias de irregularidades pelo aplicativo Pardal

A seis dias das eleições municipais, a Justiça Eleitoral já recebeu 32.070 registros pelo aplicativo Pardal, que permite que os eleitores de todo país façam denúncias de propaganda eleitoral irregular, tanto nas ruas como na internet e em veículos de comunicação. A ferramenta foi lançada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 18 de agosto, logo após o início da campanha.

Qualquer cidadão pode fazer denúncia de irregularidade praticada por candidatos e partidos políticos. A denúncia é feita pelo próprio aplicativo, com o envio de fotos, vídeos ou áudios que comprovem indícios de crime. O material é encaminhado automaticamente para análise do Ministério Público Eleitoral, que avalia a consistência das informações recebidas e pode formalizar denúncias aos juízes eleitorais de cada localidade.

Além da propaganda irregular, também é possível denunciar outras irregularidades como compra de votos, uso da máquina administrativa ou gastos irregulares. As denúncias que envolvem a propaganda eleitoral somam 51,93% dos registros. Veja aqui quais são as condutas proibidas aos candidatos durante a campanha.

Segundo o TSE, por ser o estado mais populoso e com o maior número de eleitores e, também, de candidatos, São Paulo é recordista de denúncias pelo aplicativo Pardal com um total de 6.444 registros.

Em seguida aparece o Espírito Santo, com 3.160 denúncias recebidas. O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo foi o responsável pelo desenvolvimento do aplicativo e já adota esse tipo de recebimento de denúncias desde 2012. O estado de Pernambuco surge em terceiro lugar no número de denúncias com 2.841 registros.

Outros aplicativos - Além do Pardal, o TSE, junto com tribunais regionais de todo o país, desenvolveu outros 10 aplicativos para smartphones e tablets para que os eleitores participem mais ativamente do processo eleitoral deste ano. Nas eleições 2014, quatro aplicativos foram colocados à disposição dos eleitores.

Já estão disponíveis para as plataformas IOS e Android os aplicativos: Pardal; Candidaturas; Mesários; Agenda JE; e JE Processos. Serão disponibilizados nos próximos dias: Eleições 2016; Onde votar ou justificar; Boletim na Mão; Resultados; QRUEL (para servidores da Justiça Eleitoral); e Checkup da urna (para técnicos da Justiça Eleitoral).