sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Servidores da UFRN entram em greve por tempo indeterminado

Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) deflagraram greve por tempo indeterminado nesta quinta-feira (27). A decisão foi tomada durante assembleia realizada no pátio da reitoria, no campus central da universidade, em Natal.

De acordo com o Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação do Ensino Superior (Sintest), a greve acontece contra a PEC do ajuste fiscal. "Os dois últimos meses foram marcados pela intensificação das lutas contra o ajuste fiscal e em defesa da educação pública e gratuita. Nesse momento, no Brasil, estão sendo pautados diversos ataques à juventude e aos trabalhadores que têm por objetivo cortar investimentos sociais para garantir o pagamento da dívida pública (repleta de ilegalidades, conforme a CPI da Dívida), que consome quase metade do orçamento da União. Com esse falso discurso de falta de dinheiro, o governo justifica o corte de verbas da educação pública, corte dos auxílios estudantis, congelamento salarial, corte em investimentos na infraestrutura da universidade, Reforma da Previdência, privatizações, PL 257/2016 e PEC 241/2016", informou, em nota, o Sindicato.

Com a greve, toda a parte administrativa da universidade fica comprometida. Serviços como finalização de semestres, matrículas, solicitação de documentos, também serão afetados.

Nenhum comentário: