quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Sesap já notificou 483 casos suspeitos de microcefalia no RN

O mais novo boletim divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), da Sesap, registra a notificação de 483 casos suspeitos de microcefalia, um aumento de apenas dois casos em relação à semana anterior, apontando para uma estabilização do problema. Do total, 137 estão sob investigação, 142 foram confirmados e 204 foram descartados.

“Estamos atribuindo esses números aos investimentos em ações de educação e saúde e educação permanente, o que é um fator bastante positivo”, avalia a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica (SUVIGE), Maria de Lima.

A subcoordenadora se refere às campanhas de prevenção e alerta contra o aedes aegyptae, vetor transmissor das arboviroses (dengue, chikungunya e zyka vírus), bem como às intensas campanhas para as grávidas adotarem cuidados específicos, como o uso de repelentes.

O boletim do CIEVS aponta que dos 483 casos notificados, 335 são de nascimentos ocorridos em 2015 e 138 são de nascimentos ocorridos até a semana epidemiológica (SE) nº50, terminada em 17/12/2016. O aumento da prevalência dos casos de microcefalia foi evidenciado em 2015, no mês de setembro, com pico em novembro daquele ano, com 20,1 casos por mil nascidos vivos.

Os casos notificados estão distribuídos em 91 municípios do estado. Natal, Mossoró e Parnamirim lideram as estatísticas, sendo: Natal (40 casos confirmados, 48 descartados, 11 em investigação); Mossoró (14 casos confirmados, 23 descartados, 53 em investigação) e Parnamirim (9 casos confirmados; 22 descartados e 11 em investigação).

Nenhum comentário: