segunda-feira, 24 de abril de 2017

Vereador Dr. Carlos solicita benefícios para a comunidade rural do Sítio Calumbi

O vereador Carlos Aurélio Sampaio (PTC) através do Requerimento Nº 078/2017 aprovado a unanimidade pelo plenário da Câmara Municipal solicitou ao prefeito municipal de São Miguel que este determine aos setores competentes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente que sejam realizados diversos serviços na comunidade rural do Sítio Calumbi, trazendo assim, melhores condições de vida a população daquela comunidade.

Entre os benefícios solicitados pelo parlamentar está a recuperação da estrada que dá acesso a comunidade, tendo em vista que a estrada se encontra totalmente esburacada e intransitável, fato que vem dificultando o acesso do ônibus escolar na região, fazendo assim com que os estudantes que moram na comunidade tenham perdido diversos dias de aulas prejudicando o aproveitamento escolar dos mesmos.

O parlamentar também solicitou que seja feita a instalação do serviço de iluminação pública na comunidade, uma vez que até a presente data a comunidade encontra-se totalmente às escuras, situação que vem causando transtornos aos moradores que estão vivendo sob sensação de medo e insegurança em decorrência da ação de meliantes que vem promovendo furtos na localidade.

Segundo o vereador os moradores da comunidade do Sítio Calumbi há muitos anos vêm sofrendo com estes problemas. No caso que se refere ás péssimas condições da estrada carroçável que dá acesso a comunidade é uma situação que ocorre sempre no ciclo das chuvas que deixa a referida estrada intransitável, dificultando em muito a vida de todos os moradores.

Já com relação ao problema da iluminação pública o vereador destacou que o serviço é cobrado mensalmente nas contas de energia dos consumidores residentes na comunidade, porém o serviço não é prestado como deveria, uma vez que não há iluminação pública nas mediações dos imóveis, configurando-se assim uma forma abusiva de cobrança do imposto por parte da prefeitura, tendo em vista que não há contrapartida pelo serviço cobrado que é a iluminação tão desejada.

Nenhum comentário: