quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

José Edmilson sugere ao município a criação de projeto de energia solar para prédios públicos do município

Com a intenção de gerar economia aos cofres públicos do município de São Miguel, o vereador José Edmilson (PSB) requereu por meio do Requerimento Nº 216/2017 que a gestão municipal viabilize a criação de um projeto de energia solar para ser instalado no Hospital, Escolas e demais prédios públicos do município onde a um grande consumo de energia elétrica.

Em sua justificativa José Edmilson esclareceu que a energia solar é a energia proveniente da luz e do calor do sol que é aproveitada e utilizada por meio de diferentes tecnologias, principalmente como o aquecimento solar, sendo está uma fonte de energia renovável e sustentável.

“O objetivo deste requerimento é para economizar no orçamento do município e melhorar a qualidade de vida das pessoas que necessitam de estarem nesses locais, pois com este sistema de energia, pode ser climatizado o hospital, as escolas, e demais prédios que forem beneficiados com esses serviços”, complementou José Edmilson.

Vereador requer ao município a isenção total do ISS para pedreiros e serventes

O Vereador José Edmilson também requereu ao Prefeito Municipal por meio do Requerimento Nº 212/2017 que este providencie a elaboração de Legislação concedendo a isenção total do Imposto Sobre Serviço (ISS) a todos os pedreiros e serventes de pedreiro que executam estes serviços no município de São Miguel.

Em sua justificativa José Edmilson destacou que atualmente estes profissionais vem enfrentando uma grande crise hídrica e econômica, o que tem ocasionado um grande desemprego na área de construções e que com a dispensa da cobrança deste imposto o município estará ajudando tantos aos que constroem, quanto aos construtores do município, gerando assim mais empregos e renda.

“O Senhor Prefeito atendendo a esse pleito que é de suma importância, irá beneficiar grandemente a todos os trabalhadores que atuam nesta área no nosso município”, destacou José Edmilson.

Nenhum comentário: