quarta-feira, 29 de agosto de 2018

TRE-RN realiza primeira reunião com forças de segurança do estado

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) realizou na tarde desta terça-feira (28) a primeira reunião com as forças de segurança do estado, para tratar sobre a segurança para as Eleições de outubro. O encontro aconteceu no Centro Integrado do Comando e Controle Regional, da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social do RN (SESED/RN), localizada no Centro Administrativo do Rio Grande do Norte, em Natal.

A reunião foi coordenada pelo presidente do TRE-RN, Desembargador Dilermando Mota. Estiveram presentes o Desembargador Cornélio Alves, que assumirá a Corregedoria Regional Eleitoral do TRE-RN na próxima sexta-feira (31), a Diretora-Geral do TRE-RN, Andréa Campos, a Secretária Estadual de Segurança, Sheila Freitas, além de autoridades das Forças Armadas e dos seguintes órgãos de segurança: Comando da Polícia Militar, Comando do Corpo de Bombeiros Militar, Delegacia Geral da PCRN, Superintendência da Polícia Federal, Superintendência da Polícia Rodoviária Federal e da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana - STTU.

Após a abertura da reunião, realizada pelo presidente, a Diretora-Geral do TRE-RN, Andréa Campos, apresentou às autoridades as solicitações para a garantia da segurança do pleito de outubro, no que diz respeito à guarda das urnas eletrônicas na véspera e no dia das eleições, segurança nos locais de votação, escolta de juízes eleitorais, patrulhamento no Centro de Operações da Justiça Eleitoral (COJE), tropas federais, reforço da segurança nos prédios da justiça eleitoral no dia das eleições, batedores para os pontos de apoio da capital no dia das eleições para o recolhimento das mídias de resultados após a votação e segurança dos pontos de apoio durante a transmissão dos resultados.

Em seguida, as demais autoridades falaram sobre suas condições de trabalho e efetivo disponível. Atualmente o TRE-RN aguarda a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quanto ao envio de tropas federais para reforço no dia de votação. A solicitação de tropas federais para o RN foi realizada pela corte eleitoral potiguar, de forma unânime e em concordância com o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral, em 24 de julho deste ano. Foram solicitadas tropas federais para reforço na segurança de 97 municípios.

Ao final, em entrevista a imprensa, o presidente do TRE-RN, Desembargador Dilermando Mota, opinou sobre a reunião: “Reunimos todos os atores que integram o pleito eleitoral, a Justiça Eleitoral, as forças armadas, a polícia civil, militar, todos os organismos que integram a segurança. Cada um dos órgãos fez seu planejamento, e agora de forma integrada, estamos trabalhando para garantir a lisura do pleito e a livre manifestação do eleitor. Nós temos a garantia que principalmente a polícia militar, a quem compete uma demanda maior, a despeito da deficiência de seu efetivo, dará conta de seu trabalho, assim como a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e todos os organismo de segurança estarão atuando em conjunto”, disse.

Dilermando Mota também falou sobre o envio de tropas federais para o RN: “A polícia militar estará nos municípios potiguares e também as forças armadas na medida em que o TSE autorizar. O decreto já foi editado, com solicitação para 97 municípios, faltando a definição dos municípios que serão atendidos, por decisão do TSE. Esse número pode aumentar ou diminuir, as forças armadas estão com muitas demandas em alguns estados, a exemplo do RJ, mas com certeza a soma de todas as forças estaduais e federais dará conta da segurança para o pleito”, finalizou.

*Assecom do TRE/RN

Nenhum comentário: