quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Concurso do Banco do Nordeste tem vagas para o RN


Quem pretende tentar uma vaga de emprego no próximo concurso do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) tem até o dia 15 de outubro para se inscrever no site da banca organizadora. A taxa de inscrição é de R$ 59. Ao todo são quatro vagas de nível médio, mais cadastro de reserva, para a função de analista bancário com remuneração de R$ 2.854,68. As provas são do tipo objetiva (com 120 itens) e estão previstas para 2 de dezembro em Natal e Mossoró.

Os aprovados poderão ser lotados em até 19 cidades potiguares, que contam com unidades operacionais e administrativas, a exclusivo critério do Banco do Nordeste. As cidades são Angicos, Apodi, Assu, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos, Goianinha, Jardim do Seridó, João Câmara, Macaíba, Macau, Mossoró, Natal, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz, Santo Antônio, São Gonçalo do Amarante e Umarizal.

Mega-Sena: Aposta única de Vitória (ES) acerta as seis dezenas do concurso 2.082 e fatura R$ 2,4 milhões


Uma aposta única de Vitória (ES) levou sozinha o prêmio de R$ 2.420.701,10 no concurso 2.082 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta (26) em Palmas (PR).

Veja as dezenas sorteadas: 06 - 25 - 33 - 42 - 48 - 49.

A quina teve 32 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 41.065,46. A quadra teve 2.640 apostas vencedoras; cada uma receberá R$ 711,09. O próximo concurso (2.083) será no sábado (29). O prêmio é estimado em R$ 3 milhões.

Secretaria de Educação do RN divulga calendário de matrículas 2019


O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Secretaria da Educação e da Cultura anunciou o calendário de matrículas para o letivo de 2019. As escolas estaduais, 01 a 30 de outubro, vão iniciar a atualização da oferta de vagas que serão disponibilizadas na rede de ensino para 2019. O próximo ano letivo inicia-se no dia 14 de fevereiro de 2019.

A Secretaria lança a campanha Chamada Escolar, destinada aos alunos que estão fora da escola, por motivo de evasão, por exemplo. No período de 06 a 30 de novembro esses alunos e seus responsáveis poderão fazer a matrícula pelo portal público do SIGEduc (sigeduc.rn.gov.br) ou através do aplicativo Matrícula Escolar RN (disponível gratuitamente no sistema Android).

Uma vez realizada a inscrição via sistema, o responsável terá quatro dias úteis, a partir da solicitação e confirmação, para efetivar a matrícula junto a escola, apresentando toda a documentação do aluno. Paralelamente, no mesmo período, de 6 a 30 de novembro, também ocorrerão as matrículas para o ensino médio em tempo integral.

Caso o estudante ou responsável não consiga fazer a matrícula por essas plataformas, ele pode também fazê-la na própria escola ou na sede da Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC) onde a escola está jurisdicionada ou, ainda, na Central de Matrículas, localizada no andar térreo da Secretaria de Educação, localizada no Centro Administrativo do Estado.

De 06 a 30 de novembro acontece também a matrícula, dos estudantes com necessidades educacionais especiais (NEE). Em seguida, de 26 de dezembro a 18 de janeiro, será a vez dos alunos que vão fazer a renovação da matrícula, dos alunos veteranos.  A própria escola fará a solicitação no sistema.

Os alunos da rede estadual de ensino que buscarem transferência para outra unidade da própria rede devem comparecer na secretaria da escola, no período de 26 de dezembro de 2018 até o dia 21 de janeiro de 2019. O mesmo prazo vale para as transferências dos alunos oriundos da rede municipal para a estadual de ensino. Os estudantes que por motivo pessoal desejem ser transferidos devem buscar a sua escola no período de 26 de dezembro até o dia final das demais transferências, dia 21/01/19.

A publicação do resultado das vagas concedidas e efetivação das solicitações de transferências será publicado no SIGEduc no dia 25 de janeiro e o responsável terá quatro (4) dias úteis mesmo mês para levar toda documentação do aluno e efetivar a vaga na escola.

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

COSERN interromperá o fornecimento de energia do Sítio Olho D’Água Dantas nesta terça-feira e do Sítio Oiteiro na quarta-feira

Para realizar serviços de melhoria na rede elétrica, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (COSERN) interromperá temporariamente nesta terça-feira (25) e quarta-feira (26) o fornecimento de energia elétrica dos Sítios Olho D’Água Dantas e Oiteiro e adjacências.

Segundo a Cosern a interrupção do fornecimento de energia elétrica no sítio Olho D’Água Dantas e adjacências atingirá um total de 156 clientes e ocorrerá nesta terça-feira das 07h30min às 12h30min. Já com relação ao Sitio Oiteiro e adjacências a interrupção ocorrerá das 07h30min às 12h30min da quarta-feira e atingirá 158 clientes.

Em nota a Cosern informa que em ambos os casos se o serviço for concluído antes do horário previsto, a rede será energizada sem qualquer outro aviso.

Prazo para tirar 2ª via do título eleitoral termina nesta quinta-feira (27)

Termina nesta quinta-feira (27), dez dias antes do primeiro turno do pleito, o prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título no cartório eleitoral da zona onde está cadastrado. A previsão consta no artigo 52 do Código Eleitoral.

É importante ressaltar que, para a emissão da segunda via do título, o eleitor deve estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, não poderá ter débitos pendentes, como multas por ausência às urnas ou aos trabalhos eleitorais, como o de mesário, ou ainda ter recebido multas em razão de violação de dispositivos do Código Eleitoral (Lei 4.737/1965), da Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) e leis conexas. Multas devem ser pagas por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) emitida pelo cartório eleitoral e podem variar de R$ 1,05 a R$ 35,14.

Outros documentos - O título de eleitor não é o único documento que possibilita a participação nas eleições. O eleitor pode se apresentar à mesa de votação trazendo consigo qualquer documento oficial com foto, como a carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira de motorista ou o passaporte, por exemplo.

O cidadão cuja inscrição eleitoral estiver em situação regular tem como alternativa ao título de papel a versão digital do documento, que pode ser obtida gratuitamente por meio do aplicativo e-Título, disponível para dispositivos móveis nas lojas virtuais Apple Store e Google Play.

O e-Título também serve como documento de identificação do eleitor caso ele já tenha feito o recadastramento biométrico. Isso porque a versão digital será baixada com foto, o que dispensa a apresentação de outro documento de identificação no momento do voto.

O aplicativo informa o local de votação e, por meio de ferramentas de geolocalização, guia o usuário até sua seção eleitoral. Além disso, ele também oferece serviços como a emissão de certidões de quitação eleitoral e negativa de crimes eleitorais.

O local de votação também pode ser conhecido no portal do TSE, por meio da seção Serviços ao eleitor > Título de eleitor > Título e local de votação. A consulta pode ser feita pelo nome do eleitor ou número do título, data de nascimento e nome da mãe.

Os eleitores que perderam o prazo final do alistamento, no dia 9 de maio, não poderão votar nas Eleições de 2018. Essa foi a data limite para requererem inscrição eleitoral, transferência de domicílio, alteração de título eleitoral ou transferência para seção eleitoral especial (eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida).

Os eleitores com deficiência ou dificuldade de locomoção que perderam o prazo ou pessoas que passaram a ter essa condição após 9 de maio também puderam requerer a transferência do local de votação do dia 17 de agosto até o dia 23 de agosto.

*Fonte: TSE

Fátima lidera a nova pesquisa Certus/FIERN com 36,24%, Carlos Eduarddo tem 21,21% e Robinson 10,43%

A duas semanas do dia das eleições, a mais nova rodada da pesquisa Certus/FIERN mostra uma redução dos percentuais dos eleitores que afirmam, na intenção de voto para governador, estarem indecisos ou com disposição de não votar em nenhum dos candidatos. Ao mesmo tempo, há oscilações positivas ou crescimento dos percentuais das candidaturas.

Na sondagem estimulada, na qual são apresentados os nomes dos candidatos durante a aplicação dos questionários, Fátima Bezerra (PT) tem 36,24% das intenções de voto, seguida por Carlos Eduardo (PDT), com 21,21%. Robinson Faria (PSD) aparece com 10,43%. Os demais candidatos têm abaixo de dois pontos percentuais: Brenno Queiroga (Solidariedade), com 1,99%; Professor Carlos Alberto (PSOL), 1,91%; Dário Barbosa (PSTU), com 0,43%; Freitas Júnior (Rede), 0,43%; Heró Bezerra (PRTB), 0,21%. Ainda responderam “nenhum”, 19,65%; e “não sabe”, 7,52%.

Na estratificação por grau de instrução, o melhor desempenho da Fátima Bezerra é entre os eleitores que não sabem ler nem escrever, entre os quais ela chega a 39,80%. Carlos Eduardo chega aos percentuais mais elevados entre os eleitores com terceiro grau, completo ou incompleto, entre os quais ele vai a 23,72%. Robinson Faria tem o desempenho mais expressivo também entre os que não sabem ler nem escrever, com 13,27%.

Na distribuição por ocupação, Fátima Bezerra entre os funcionários públicos, vai a 42,86%, e trabalhadores informais vai a 43,97%. Também tem desempenho expressivo entre os estudantes, com 38,04%. Carlos Eduardo registra os índices mais altos entre os aposentados, com 26,72%; e servidores públicos, com 24.11%; e trabalhadores da área privada, com 23,23%. O melhor desempenho de Robinson Faria é entre os empresários, com 16,67%, e estudantes, com 15,22%.

Na segmentação por regiões do Estado, Fátima chega a 48,39% no Alto Oeste; Carlos Eduardo a 32,39% na Grande Natal; e Robinson Faria, a 15,90% no Agreste e Trairi.

Ao considerar apenas os votos válidos — ou seja, as opções feitas por um dos candidatos, sem computar nulos, brancos e indecisos, que é como a Justiça Eleitoral calcula e oficializa o resultado na apuração dos votos — Fátima Bezerra tem 49,76%. Isso significa que ela pode variar, no limite da margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, entre 46,76% e 52,76%. Carlos Eduardo fica, na soma dos votos válidos, com 29,11%, ou seja, uma possibilidade de variação entre 26,11% e 32,11%. Robinson faria aparece com 14,31%, possibilidade de variar entre 11,31% e 17,31%.

Os números das pesquisas anteriores da Certus/FIERN mostram que Fátima Bezerra tinha 29,15%, em julho; foi para 32,84%, em agosto; e nesta nova rodada, em setembro, passou para 36,24%. Carlos Eduardo foi de 15,39%, em julho; para 15,74%, em agosto; e agora chegou a 21,21%. Robinson Faria tinha 6,31%, em julho; foi para 8,37%, em agosto; e passou para 10,43%, nesta sondagem de setembro.

As variações de eleitores que afirmam não votar em nenhum dos candidatos e que “não sabem” quem escolher mostram uma progressiva definição do voto na eleição para governador no Rio Grande do Norte. Responderam “nenhum” 34,11%, em julho, 29,08%, em agosto; e 19,65%, em setembro. Afirmaram “não sabe” em qual candidato votar 10,43%, em julho; 9,28%, em agosto; e 7,52%, em setembro.

Rejeição - A pesquisa também perguntou aos eleitores em qual candidato não votaria de jeito nenhum. Robinson Faria tem rejeição de 36,10%, com maior índice entre as mulheres (37,96%). A rejeição de Fátima Bezerra é de 13,30%; com índice maior entre os homens, chegando a 16,36%. Carlos Eduardo tem rejeição de 9,49%, com percentual mais elevado entre os homens, com 11,21%. A rejeição dos demais candidatos foi a seguinte: 2.5%, no caso de Dário Barbosa; 2% Brenno Queiroga; 1,69%, Heró Bezerra; 1,25%, Freitas Júnior; e 1%, professor Carlos Alberto. Ainda há os que rejeitam todos (12,8%), rejeita nenhum (18,18%).

Nas intenções de voto espontâneas, na qual o entrevistador não cita o nome dos candidatos para indagar sobre a preferência do eleitora os percentuais foram os seguintes: Fátima Bezerra, 22,70%; Carlos Eduardo, 12,77%; e Robinson Faria, 5,82%. Afirmam “nenhum”, na espontânea, 20,43%; e não sabe, 36,24%.

A pesquisa aplicou três cenários para o segundo turno: Fátima Bezerra 47,80% X Carlos Eduardo 32,98%; Carlos Eduardo 51,91% X Robinson Faria 19,65%; Fátima Bezerra 55,32% X Robinson Faria 18,37%.

A pesquisa foi aplicada entre os dias 14 e 17 de setembro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com os números: BR-04034/2018 e RN-07782/2018. O intervalo de confiança é de 95%, com margem de erros de 3 pontos para mais ou para menos.

FIERN/Certus: 43,16% dos eleitores ainda não tem candidato ao Senado

Diferente do que acontece no voto para o Governo do Estado, em que o número de indecisos reduziu, para o Senado o percentual dos eleitores que ainda não sabem em quem votar se mantém alto: 20,11%. Somados a resposta “nenhum” (23,05%) são 43,16% do eleitorado potiguar. As eleições deste ano têm duas vagas para o Senado.

Na sondagem de votos válidos para senador (soma do primeiro e segundo votos, segundo a metodologia usada pelo TSE), Garibaldi Filho com 25,25% lidera a disputa. Capitão Styvenson e Geraldo Melo estão empatados tecnicamente com 21,35% e 19,35%, respectivamente. Geraldo Melo também aparece em empatado tecnicamente com Zenaide Maia, que possui 17,09% das intenções de voto.

A sondagem mediu onde os candidatos tem a maior votação, por região do Estado. Capitão Styvenson tem 26,74% da intenção de votos na Grande Natal, Garibaldi Filho 19,41% do Seridó, Geraldo Melo 15,35% do Médio Oeste e Zenaide Maia 13,55% no Alto Oeste. Garibaldi Filho tem a maior rejeição, segundo a amostragem, 15,9% dos eleitores ouvidos, Geraldo Melo 9,41%, Zenaide Maia 3,85% e Capitão Styvenson 2,81%.

Pesquisa FIERN/Certus: Haddad (20,64%) e Bolsonaro (19,86%) estão empatados

Na sondagem estimulada, já sem o nome do ex-presidente Lula da Silva, a pesquisa mostra que o candidato do PT Fernando Haddad tem 20,64% da intenção de votos, seguido de Jair Bolsonaro 19,86% e Ciro Gomes 14,96%. A quarta pesquisa FIERN/CERTUS ouviu 1.410 eleitores maiores de 16 anos residentes nas oito regiões do estado, entre os dias 14 a 17 de setembro 2018.

Na pesquisa espontânea, o nome do ex-presidente aparece empatado com o candidato oficial do partido, Fernando Haddad, que apresenta 11,84%, e Lula tem 11,28%. Jair Bolsonaro aparece com 16,03% e Ciro Gomes 8,87%. Não sabe 26,60% e Nenhum são 20,71%.

Quando considerados somente os votos válidos (excluídos Nenhum, Não sabe, Não respondeu), o levantamento mostra empate técnico entre os candidatos Fernando Haddad (31,19%) e Jair Bolsonaro (30,01%), enquanto Ciro Gomes tem 22,62% da intenção de votos.

Na comparação com a rodada anterior da pesquisa CERTUS/FIERN para presidente, o candidato Jair Bolsonaro mostra crescimento, saindo de 13,62% para 19,86% e Ciro Gomes também, passou de 4,61% para 14,96%, o que mostra a migração de parte dos votos de Lula. Na pesquisa anterior Lula aparecia com 50,21% das intenções de votos, com a saída da disputa eleitoral, o candidato do PT Fernando Haddad aparece, pela primeira vez na pesquisa, com 20,64%, o que indica que não agregou todos os votos do ex-presidente.

Por região - A pesquisa mediu a intenção de votos para presidente da República, por região do Estado, onde eles obtém os melhores resultados: Fernando Haddad tem 25,81% da intenção de votos do Alto Oeste, Jair Bolsonaro 26,96% na Grande Natal, e Ciro Gomes 20,47% no Médio Oeste.

Rejeição - O candidato Jair Bolsonaro apresenta o maior índice de rejeição global: 29,47%. A rejeição é maior entre o universo feminino. Na corrida eleitoral deste ano, as mulheres estão sendo consideradas decisivas. Bolsonaro tem 33,99% da rejeição feminina e 24,79% dos homens ouvidos declararam que não votariam de jeito nenhum no candidato. Fernando Haddad tem 9,67% de rejeição e Ciro Gomes 3,51%.

domingo, 23 de setembro de 2018

TSE disponibilizará aplicativo que mostra apuração em tempo real

O aplicativo da Justiça Eleitoral, campeão de downloads nas eleições de 2014, já tem sua versão para 2018 e a expectativa é que novamente seja um recorde de acessos. Este ano, o aplicativo foi rebatizado para “Resultados 2018”. A ferramenta é gratuita e a expectativa é que esteja disponível até o final de setembro para tablets e smartphones que operam com os sistemas Android e IOS.

Há quatro anos, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a plataforma foi disponibilizada apenas para aparelhos com sistema Android e foi chamada de “Apuração 2014”. O aplicativo foi baixado em 2,7 milhões de dispositivos.

Pesquisa - Pelo aplicativo, os eleitores poderão acompanhar a contagem dos votos em tempo real. É possível pesquisar desde o desempenho de um determinado candidato por meio de consulta nominal até um dado mais nacional.

Na tela da pesquisa, aparecerá, por exemplo, o quantitativo de votos para cada candidato com a indicação dos eleitos ou, no caso da disputa para governador e presidente da República, dos que irão para o segundo turno. Também é possível selecionar os candidatos favoritos e visualizá-los com destaque.

A ferramenta permite que o usuário selecione a abrangência que deseja acompanhar a apuração. Pode ser “Brasil” para a votação de presidente da República e “Estados” para acompanhar a votação para governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital.

O eleitor também poderá conferir o desempenho nas urnas do candidato a presidente em cada estado. Além de visualizar o número de votos, é possível acompanhar o percentual de apuração das seções e ainda compartilhar essas informações nas redes sociais.

Votos zerados - Os resultados são atualizados automaticamente e, ao final da apuração, serão exibidos os eleitos com o quantitativo de votos obtidos e o percentual de votação por candidato. O candidato que aparecer com zero voto pode não ter tido votação, estar indeferido com recurso ou, após a preparação das urnas, ter sido indeferido, ter renunciado ou falecido.

Os votos para candidatos indeferidos com recurso ou cassados com recurso não serão exibidos, conforme a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97, artigo 16-A). O aplicativo não apresenta resultados da votação em trânsito nem da votação no exterior para o cargo de presidente da República.

Em decorrência da diferença de fuso horário, o TSE irá começar a divulgar os resultados da totalização dos votos para presidente da República às 19h (horário de Brasília) no dia 7 de outubro, quando a votação do primeiro turno estiver encerrada em todo o território nacional.

Para os demais cargos, a totalização dos votos pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e a remessa das informações ao TSE terá início logo após o encerramento da votação, às 17h, respeitando o horário local.

Segunda cota do FPM de setembro é zerada para 38 cidades do RN

A segunda cota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), repassada pela União na última quinta-feira, 20 de setembro, foi zerada para 38 cidades potiguares. O número é recorde, já que nunca tantos municípios ficaram sem receber o fundo na segunda cota. A falta do repasse prejudica as gestões municipais.

Na primeira cota do mês, repassada no último dia 10 de setembro, também houve grande índice de cidades com FPM zerado. Foram 45 cidades sem receber os recursos transferidos pelo Tesouro Nacional.

Desde o dia 10 de setembro, a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN alerta para a gravidade da crise financeira que afeta as cidades, comprometendo a realização dos pagamentos realizados pelos prefeitos e o equilíbrio financeiro programado nas gestões.

As cidades com FPM zerado nas primeira e segunda cotas de setembro corrente são: Afonso Bezerra, Alto do Rodrigues, Antônio Martins, Areia Branca, Baraúna, Bento Fernandes, Carnaubais, Equador, Extremoz, Felipe Guerra, Florânia, Gov. Dix-Sept Rosado, Grossos, Ielmo Marinho, Ipanguaçu, Jandaira, Janduís, João Câmara, Lagoa D’Anta, Lagoa de Velhos, Mossoró, Nova Cruz, Paraná, Parazinho, Rio do Fogo, Pedra Grande, Pendências, Poço Branco, Tibau, Santana do Matos, Santo Antônio, São Miguel do Gostoso, Serra de São Bento, Tenente Laurentino, Touros, Triunfo Potiguar, Umarizal e Vila Flor.

MPF, Amarn, Marcco, Ampern e MCCE lançam Campanha “Unidos Contra a Corrupção”

Nesta segunda-feira (24), no auditório da UNI-RN a Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte (Amarn), o Movimento Articulado de Combate à Corrupção (Marcco/RN), a Associação do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (Ampern), o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e o Ministério Público Federal (MPF/RN) lançam a campanha “Unidos Contra a Corrupção” em parceria com a ONG Transparência Internacional Brasil.

O lançamento ocorrerá em uma mesa redonda no Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN), que contará com a presença de Ana Luiza Aranha, consultora do Centro de Conhecimento Anticorrupção da Transparência Internacional Brasil e representantes das instituições parceiras: o juiz Herval Sampaio, presidente da Amarn e representante do MCCE no RN; os coordenadores do Marcco/RN Antônio Ed Santana e Carlos José Cavalcanti Lima; o procurador de Justiça e presidente da Ampern, Fernando Vasconcelos, e os procuradores da República Fernando Rocha e Cibele Benevides.

Na UFRN, às 19h, haverá uma palestra para divulgação da campanha “Unidos contra a Corrupção” em parceria com Departamento de Ciências Contábeis, no Auditório do Nepsa I - CCSA - Campus da universidade. As inscrições são gratuitas e o evento é aberto ao público.

O objetivo da campanha é buscar o apoio e a mobilização da sociedade civil para conscientizar governos e empresas acerca das melhores práticas globais de transparência e integridade no combate à corrupção, que geram injustiças e desigualdades sociais.

A partir da compilação das melhores práticas nacionais e internacionais e da colaboração de vários setores da sociedade brasileira, construiu-se o maior pacote anticorrupção já desenvolvido no mundo. Trata-se de uma plataforma de propostas de reforma legislativa, administrativa e institucional, com o objetivo de promover um debate público orientado às causas sistêmicas da corrupção e de oferecer soluções permanentes para o seu enfrentamento no longo prazo. Esta iniciativa culminou na criação de um pacote com 70 medidas, incluindo anteprojetos de lei, propostas de emenda à Constituição, projetos de resolução e outras normas voltadas ao controle da corrupção divididos em 12 blocos.

*Assessoria de Comunicação da Procuradoria da República no RN

Concursos: 9 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher 890 vagas

Ao menos 9 órgãos abrem inscrições nesta segunda-feira (24) no país com o objetivo de selecionar profissionais de todos os níveis de escolaridade para 890 vagas, incluindo concursos para formação de cadastro de reserva. Ou seja, os candidatos aprovados serão chamados conforme a abertura de postos durante a validade do concurso.

No Banco do Nordeste, por exemplo, 8 vagas são de preenchimento imediato e 692 serão preenchidas gradativamente com o Plano de Incentivo ao Desligamento (PID) dos empregados da instituição, a ser lançado pelo banco ainda neste ano e com outros desligamentos. São 200 vagas para nível superior e 500 para nível médio. Os salários chegam a R$ 4.941. No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano, que oferece 45 vagas para professores de cursos técnicos e ensino superior, os salários chegam a R$ 9.600.

Veja abaixo os órgãos que abrem inscrições nesta segunda: Banco do Nordeste, Prefeitura de Barretos, Prefeitura de São José dos Campos, Instituto Federal de Educação - IF Goiano, Instituto Federal de Educação - IF Goiano, Câmara Municipal de Santa Bárbara, Prefeitura de Santa Cruz, Câmara Municipal de Cáceres, FAMESP e a Universidade Federal de Lavras.

Mega-Sena: aposta única de Itaguara (MG) acerta as seis dezenas do concurso 2.081 e fatura R$ 21,7 milhões

Uma aposta única de Itaguara (MG) levou sozinha o prêmio de R$ 21.763.750,54 no concurso 2.081 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (21) no município de Oliveira (MG).

Veja as dezenas sorteadas: 13 - 18 - 35 - 40 - 41 - 42.

A quina teve 128 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 15.918,03. Outras 4.287 apostas acertaram a quadra; cada uma levará R$ 678,96. O próximo sorteio da Mega-Sena será na quarta (26), relativo ao concurso 2.082. O prêmio é estimado em R$ 2,5 milhões.

sábado, 22 de setembro de 2018

Pesquisa Ibope no Rio Grande do Norte: Fátima, 39%; Carlos Eduardo, 25%; Robinson, 13%

A candidata do PT ao governo do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, manteve a primeira posição na pesquisa Ibope, divulgada na noite desta sexta-feira (21). Ela tem 39% das intenções de voto, uma alta de cinco pontos percentuais em relação à última pesquisa realizada em agosto.

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) avançou de 15% para 25% no mesmo intervalo e permanece na segunda colocação. O atual governador, Robinson Faria (PSD), foi de 8% para 13%. Brenno Queiroga (SD) tem 3%, Professor Carlos Alberto (PSOL) tem 2%, Freitas Jr. (REDE) 1%, Dário Barbosa (PSTU), 1% Heró Bezerra (PRTB) 1%. Brancos/nulos somaram 11% e não sabe ou não respondeu 5%.

Espontânea - Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte: Fátima Bezerra (PT): 25%; Carlos Eduardo (PDT): 13%; Robinson Faria (PSD): 7%; Brenno Queiroga (solidariedade): 2%; Professor Carlos Alberto (PSOL): 0%; Freitas Jr. (Rede): 0%; Dário Barbosa (PSTU): - Heró Bezerra (PRTB): 0%; Outros: 1%; Brancos/nulos: 21% e Não sabe ou não respondeu: 30%.

Segundo turno - A senadora Fátima Bezerra vence nos dois cenários nos quais o nome dela é testado em caso de segundo turno. Ela supera Carlos Eduardo por 49% a 33%, com brancos e nulos aparecendo com 15% e não souberam ou não opinaram, 3%. A petista vence Robinson Faria por 57% a 22%, com 19% de brancos e nulos e 2% de indecisos. O pedetista vence o atual governador por 51% a 22%. Brancos e nulos são 25% e não souberam ou não opinaram, 3%.

Para o Senado: Capitão Styvenson, 27%; Dra. Zenaide Maia, 25%; Garibaldi Filho, 21%; Geraldo Melo, 20%


Os candidatos ao Senado Federal capitão Styvenson Valentim (Rede) e Zenaide Maia (PHS) estão liderando as intenções de voto, de acordo com nova pesquisa do Ibope/InterTV. Styvenson tem 27% da preferência, enquanto que Zenaide possui 25%. Logo atrás da deputada federal vem, tentando a reeleição, o senador Garibaldi Alves (MDB) com 21%, e o ex-senador Geraldo Melo com 20%. O candidato Jácome (Podemos) completa a lista dos candidatos com mais de 10% de preferência, levando 13% da preferência.

Na disputa para o senado ainda aparecem Alexandre Motta (PT): 5%, Magnólia (Solidariedade): 4%, Ana Célia (PSTU): 2%, Telma Gurgel (PSOL): 2%, João Morais (PSTU): 2%, Jurandir Marinho (PRTB): 2%, Levi Costa (PRTB): 1%, Napoleão (Rede): 1%, Joanilson Rêgo (DC): 1% e o Professor Lailson (PSOL): 1%. Branco/nulo – vaga 1 teve 17%, Branco/nulo – vaga 2 teve 28% e Não sabe/não respondeu somou 27%.

Na última pesquisa levantada pelo Ibope, o Capitão Styvenson detinha 23% da preferência popular; Zenaide Maia, 12%; Garibaldi Filho (MDB), 21% e Geraldo Melo (PSDB) 14%. De todos os candidatos foi Zenaide quem teve o maior salto de preferência (13%).

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Costa Branca, afiliada da Rede Globo. Foram ouvidos 812 eleitores entre 18 e 20 de setembro. A margem de erro é de três pontos porcentuais e o índice de confiança, 95%. O registro no TRE é o RN-08720/2018 e no TSE é o BR-0811/2018.

Faltam 15 dias: a partir deste sábado (22), candidato só pode ser preso em flagrante delito

A partir deste sábado (22), nenhum candidato pode ser detido ou preso, salvo em flagrante delito. Prevista no parágrafo 1º do artigo 236 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965), a regra impede a prisão nos 15 dias que antecedem o primeiro turno das eleições. 

O parágrafo 2º do dispositivo determina que, caso ocorra qualquer detenção nesse período, o preso deverá ser conduzido imediatamente à presença do juiz competente que, se verificar qualquer ilegalidade na detenção, “a relaxará e promoverá a responsabilidade do coator”.

O objetivo da medida é garantir o equilíbrio da disputa eleitoral ao prevenir que prisões sejam utilizadas como manobra para prejudicar um candidato, através de constrangimento político ou afastando-o de sua campanha.

No pleito deste ano, estão em disputa os cargos de presidente, governador, dois cargos de senador, deputado federal e deputado estadual/distrital. Os eleitores que estão no exterior poderão votar apenas para a Presidência da República.

Segundo turno - Caso ocorra segundo turno no dia 28 de outubro, o candidato que concorrer não poderá ser preso ou detido a partir do dia 13 de outubro. Novamente, a única exceção é para prisões em flagrante delito.

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Fátima lidera com 34,6% das intenções de voto, diz pesquisa Opine/Band

A candidata do PT, Fátima Bezerra, lidera a disputa ao Governo do Estado com 34,6% das intenções de votos na pesquisa estimulada, segundo o estudo da Opine/Band divulgado nesta quinta-feira (20). Carlos Eduardo Alves (PDT) aparece em segundo com 18,3%, seguido por Robinson Faria (PSD), que está com 9,1%.

Brenno Queiroga (Solidariedade) e o professor Carlos Alberto (PSOL) foram escolhidos por 0,8% dos possíveis eleitores. Já Dario Barbosa (PSTU) ficou com 0,2%. Freitas Júnior (Rede Sustentabilidade) e Heró Bezerra (PRTB) tiveram 0,1%. Indecisos ou não souberam informar somaram 17,7%. 18,6% dos entrevistados não escolheram nenhum candidato.

Na pesquisa espontânea, Fátima possui 25,5% das intenções, seguida por Carlos Eduardo, com 14,7%, e Robinson Faria com 6,2%. Na sequência da preferência do eleitorado, aparecem Brenno Queiroga (0,7%); Professor Carlos Alberto (0,3%); Dario Barbosa (0,2%); Geraldo Melo (0,2%); Freitas Júnior (0,1%); Garibaldi Alves (0,1%); José Agripino Maia (0,1%). Indecisos ou não sabem registrou 35,1% e 17% responderam “nenhum”.

REJEIÇAO - Na avaliação para a rejeição ao Governo do Estado (estimulada e múltipla), Robinson Faria é o candidato com maior índice de rejeição entre os entrevistados, com 38,8%. Fátima Bezerra possui rejeição de 10% e Carlos Eduardo Alves, 7,3%. Heró Bezerra atinge 1,2%; Brenno Queiroga, 0,8%; Dario Barbosa, 0,7%; Freitas Júnior, 0,5%; Professor Carlos Alberto, 0,5%; indecisos ou não souberam, 16,7%; Não responderam, 1,8%; Nenhum, 22,2%. Totalizando 101,3%. O total apresenta um percentual superior a 100% devido às múltiplas respostas.

Administração do Governo Robinson - A pesquisa Opine/Band também revelou a avaliação da administração do atual governo. Para 49,2% dos entrevistados, o governo de Robinson Faria foi considerado péssimo. 27,3% avaliam como regular e 13,6% consideram a gestão ruim. Apenas 6,6% dos entrevistados consideraram a administração como boa e 0,7% classificaram como ótima. 2,8% não souberam responder.

O Instituto Opine ouviu 1.200 eleitores entre os dias 12 e 15 deste mês. O público investigado foi a população residente/eleitora do Rio Grande do Norte, com idade igual ou superior a 16 anos, em 10 polos eleitorais, distribuídos em 58 municípios. A margem de erro é de 2,9% e o grau de confiança de 95,5%. A pesquisa foi encomendada pela Televisão Novos Tempos, afiliada da Band em Natal, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob os protocolos BR-01451/2018 e RN-07591/2018. O estudo completo pode ser acessado neste link.

Capitão Styvenson lidera com 21,1% das intenções de voto para o Senado, diz pesquisa Opine/Band

O candidato da Rede Sustentabilidade,Capitão Styvenson Valetim, lidera a disputa por uma vaga ao Senado Federal pelo Rio Grande do Norte, com 21,1% das intenções de votos, em pesquisa estimulada, segundo estudo divulgado pela Opine/Band nesta quinta-feira (20). Garibaldi Alves Filho (MDB) aparece em segundo lugar, com 18,5%, seguido por Geraldo Melo (PSDB), que está com 17,3%.Zenaide Maia (PHS) aparece em quarto lugar, na corrida ao Senado, com 16,6% das intenções de voto, seguida de Antônio Jácome (PODE) com 5,0%; Alexandre Motta (PT) com 3,3%; Magnólia Figueiredo (Solidariedade) com 2,0%; e Ana Célia (PSTU), Jurandir Marinho (PRTB) e Telma Gurgel (PSOL), todos com 0,5%.

Na pesquisa espontânea, Capitão Styvenson (Rede) também lidera com 10,9% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o candidato Garibaldi Filho (MDB), com 7,9%, seguido de Geraldo Melo, com 7,4%. Ainda na pesquisa espontânea, aparece em quarto lugar a candidata Zenaide Maia (PHS) com 6,7%, seguida de Antônio Jácome (PODE) com 1,4%; Alexandre Motta (PT) com 0,6%; Magnólia Figueiredo (Solidariedade), com 0,4%; José Agripino (DEM), com 0,2%; e Ana Célia (PSTU) e Jurandir Marinho (PRTB), ambos com 0,1%.

O Instituto Opine ouviu 1.200 eleitores entre os dias 12 e 15 deste mês. O público investigado foi a população residente/eleitora do Rio Grande do Norte, com idade igual ou superior a 16 anos, em 10 polos eleitorais, distribuídos em 58 municípios. A margem de erro é de 2,9% e o grau de confiança de 95,5%. A pesquisa foi encomendada pela Televisão Novos Tempos, afiliada da Band em Natal, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob os protocolos BR-01451/2018 e RN-07591/2018.

TSE cassa o mandato da prefeita e vice-prefeito de Água Nova e determina a realização de novas eleições

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou, na sessão desta quinta-feira (20), os mandatos e declarou inelegíveis por oito anos a prefeita de Água Nova (RN), Iomária Carvalho, e seu vice, Elias Raimundo, por abuso de poder político e econômico, bem como por compra de votos nas Eleições de 2016. Os ministros determinaram que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) tome providências para realizar nova eleição para a prefeitura, a partir da publicação da decisão da Corte, independentemente do trânsito em julgado.

Com a decisão unânime que negou o recurso da prefeita cassada e seu vice, o TSE manteve as punições aplicadas pelo TRE contra ambos e o pai de Iomária. A Corte Regional acolheu ação impetrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que acusou Iomária, seu vice e o pai da candidata, Francisco Iromar de Carvalho, por promessa de entrega de benefícios a eleitores em troca de votos, entre outras irregularidades. Assim como a filha e seu vice, Iromar de Carvalho foi declarado inelegível por oito anos.

Na condição de relator do recurso, o ministro Og Fernandes afirmou que as condenações pelo TRE potiguar foram fundamentadas em provas robustas. Segundo o ministro, tais provas consistiram no próprio caderno de anotações da candidata, em outros documentos, fotografias de doações, comprovantes de pagamentos de energia elétrica e de água para eleitores apreendidos e em depoimentos de testemunhas. Segundo o ministro, as provas coletadas demonstram a gravidade da conduta por parte dos candidatos, apta a configurar o abuso de poder.

Ao acompanhar o voto do relator, o ministro Jorge Mussi assinalou que a decisão do TRE não merece reparo.  Segundo ele, as anotações constantes do caderno da candidata e os testemunhos coletados comprovam o oferecimento de dinheiro e benefícios a eleitores em troca de votos.

MPRN recomenda que Câmara de Vereadores de Doutor Severiano restrinja uso de veículos oficiais

A Promotoria de Justiça da comarca de São Miguel recomendou que o presidente da Câmara de Vereadores de Doutor Severiano, no Oeste potiguar, implemente procedimento formal para controlar e restringir a utilização de todos os veículos oficiais da Casa Legislativa apenas para atividades do órgão.

O MPRN instaurou um inquérito civil para apurar a possível utilização ilícita de veículos do Município e da Câmara de Vereadores de Doutor Severino e a possível omissão na responsabilização administrativa em caso de sinistros envolvendo veículos do Município. Nesses autos, o atual presidente da Câmara Municipal disse que inexiste, na presente e em gestões passadas, qualquer espécie de controle de uso do veículo oficial pelos edis, sendo todo o procedimento realizado de forma verbal.

O MPRN recomendou ainda que o Legislativo municipal disponibilize mensalmente as informações completas sobre os gastos com abastecimento de veículos oficiais no Portal da Transparência da Câmara de Vereadores.

A atuação do MPRN está embasada no Código Civil que estabelece que são públicos os bens do domínio nacional pertencentes às pessoas jurídicas de direito público interno. A Promotoria de Justiça de São Miguel destaca na recomendação que os veículos oficiais das Câmaras de Vereadores são bens públicos de uso especial, os quais devem ter sua utilização voltada à consecução de seus fins, uma vez que se constituem em bens destinados à finalidade pública.

O presidente da Câmara tem 30 dias para informar à Promotoria de Justiça quanto às providências adotadas para cumprir os termos da recomendação, que pode ser lida clicando aqui.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Prefeitura de São Miguel realizará audiência pública para discutir a LOA 2019

A Prefeitura Municipal de São Miguel nos termos do inciso I do Par. Único do art. 48 da Lei da Responsabilidade Fiscal realizará na próxima terça-feira, dia 25 de setembro, uma audiência pública sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2019.

A audiência aberta a toda população micaelense ocorrerá ás 09 horas da manhã na sede do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) localizada na Rua Florença de Jesus, Nº 218, no Bairro Alto Santa Tereza.

Durante a audiência será apresentada e discutida a Lei Orçamentaria Anual – LOA que contém a previsão das receitas e fixação das despesas para o exercício financeiro de 2019, de forma a evidenciar a política econômica financeira e o programa de trabalho da gestão municipal, obedecidos os princípios da unidade, universalidade e anualidade.

Governo do RN paga amanhã (21) o 13º salário de 2017 de quem recebe até R$ 5 mil


O Governo do Estado do Rio Grande do Norte dará continuidade nesta sexta (21) ao pagamento do décimo-terceiro do ano de 2017 para quem recebe entre R$ 4 mil e R$ 5 mil, atingindo o número de 93 mil servidores ativos e inativos com décimo pago, equivalente a 85% do total de 109 mil servidores.

Os salários estão 100% em dia e sobre os 15% restantes do décimo, para salários acima de R$ 5 mil, o Governo trabalha para concluir até o final de outubro.

No último dia 10 de julho já receberam antecipação de 40% do décimo terceiro de 2018 os servidores da Educação e dos órgãos da Administração Indireta com arrecadação própria.

*Assecom-RN

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Festa do Padroeiro São Miguel Arcanjo 2018 será aberta oficialmente nesta quarta-feira (19)

Com o tema principal “O Evangelho da “Alegria: Reconciliação e Comunhão; Profecia e Missão” e com o Lema “Como Igreja em Saída Celebramos os Cristãos, Leigos e Leigas a Serviço do Reino” a Paroquia de São Miguel Arcanjo abre oficialmente na noite desta quarta-feira (19) as Festividades alusivas ao Santo Padroeiro São Miguel Arcanjo 2018.

As festividades serão abertas ás 18hrs com a Procissão das Bandeiras, saindo do Centro Comunitário de São Luiz Gonzaga no Bairro Manoel Vieira até a Igreja Matriz onde acontecerá o cerimonial de instalação oficial da festa.

Dando sequência às festividades do Padroeiro São Miguel Arcanjo, desta quinta-feira (20) até o dia 28 de setembro (sexta-feira) será celebrado o tradicional novenário e no dia 29 de setembro (sábado) acontece o encerramento oficial da festa com a Procissão com a Imagem de São Miguel Arcanjo, seguida da Santa Missa de encerramento, arreamento das bandeiras e tradicional bateria com queima de fogos.

Ibope: Bolsonaro lidera com 28%; Haddad sobe 11 pontos em 7 dias e tem 19%

Com 28% das intenções de voto, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) manteve a liderança na pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (18), que mostra Fernando Haddad (PT) isolado em segundo lugar com 19% - ele cresceu 11 pontos percentuais em uma semana.

O pedetista Ciro Gomes manteve os 11% do levantamento anterior, enquanto Alckmin oscilou negativamente de 9% para 7%, assim como Marina, que foi de 9% para 6%. Devido à margem de erro, Ciro e Alckmin estão tecnicamente empatados, assim como Alckmin e Marina.

Alvaro Dias (Podemos), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) tem 2% cada e Cabo Daciolo (Patriota) tem 1%. Vera Lúcia (PSTU), Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não alcançaram 1%. Branco e nulos somaram 14% e Não sabe/não respondeu somou 7%.

Na pesquisa Ibope de terça-feira passada (11), Bolsonaro tinha 26%, enquanto Haddad estava com 8%. Com a ascensão, o petista deixou a situação de empate técnico que tinha com Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) para ficar isolado no posto.

Rejeição - Outro tema pesquisado pelo Ibope foi a rejeição aos candidatos. Bolsonaro permanece como o mais rejeitado e oscilou de 41% para 42%. Já o petista Haddad subiu seis pontos percentuais, de 23% para 29%. Marina é rejeitada por 26%, Alckmin 20%, Ciro 19%, Meirelles 12%, Cabo Daciolo 11%, Eymael 11%, Boulos 10%, Alvaro Dias 10%, Vera 9%, Amoêdo 9% e João Goulart Filho 8%. 2% afirmou que poderia votar em todos e não sabe ou não respondeu somou 9%. Como os entrevistados podiam escolher mais de um nome, a soma dos percentuais ultrapassa os 100%.

SEGUNDO TURNO - Nos cenários estimuladas para o 2º turno, Jair Bolsonaro empatou com Fernando Haddad, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin. Em cenário com Marina Silva, o militar cresceu e alcançou diferença de 4 pontos percentuais.

Bolsonaro (PSL) X Haddad (PT) - O cenário com disputa entre Bolsonaro e Haddad mostra que o petista cresceu 4 pontos percentuais em relação às últimas pesquisas. Nesta, ambos alcançaram 40% das intenções. Brancos/nulos somam 15% e não sabe/não respondeu 5%.

Bolsonaro (PSL) X Ciro (PDT) - Neste levantamento, os 2 empatam pela margem de erro. Ciro com 40% e Bolsonaro com 39% das intenções. Brancos/nulos somam 15% e não sabe/não respondeu 6%.

Bolsonaro (PSL) X Alckmin (PSDB) - O cenário entre Bolsonaro e Geraldo Alckmin mostra o crescimento do militar, que alcançou 38%, o mesmo percentual do tucano. Brancos/nulos somam 18% e não sabe/não respondeu 6%.

Bolsonaro (PSL) X Marina (Rede) - Já o cenário entre Bolsonaro e Marina Silva, mostra a queda da candidata da Rede em pontos percentuais e crescimento do militar de 8 pontos percentuais. O levantamento mostra Bolsonaro com 41% e Marina com 36% das intenções. Brancos/nulos somam 18% e não sabe/não respondeu 5%.

O Ibope fez a pesquisa entre os dias 16 e 18 de setembro, em 177 municípios em todo o país, com 2.506 entrevistados. Os municípios onde as entrevistas foram feitas ainda não foram divulgados. A pesquisa foi contratada pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e pela TV Globo, e registrada no TSE com o número BR-09678/2018. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, e o intervalo de confiança estimado é de 95%. Segundo o Ibope, isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados serem um retrato do "atual momento eleitoral".