sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Styvenson lidera a disputa para o Senado com 21%; Zenaide tem 15% e Garibaldi 14%, aponta SETA



Para o sistema eleitoral, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que termina elegendo os dois senadores são a soma dos votos que eles tiveram, por isso o instituto Seta calculou a soma das intenções de voto de primeira e segunda lembranças de forma estimulada.

Neste quesito o capitão Styvenson Valentim lidera a corrida pelo Senado com 21% das intenções de voto, segundo o levantamento estimulado do instituto SETA. Zenaide Maia, com 15%, e Garibaldi Alves, com 14%, aparecem logo atrás empatados tecnicamente.

Geraldo Melo marcou 10%, Antônio Jácome aparece com 5%. Alexandre Motta e Magnólia Figueiredo têm 2% cada. Brancos, nulos e ninguém são 84% e 42% não souberam ou não quiseram responder. Nesse cenário, o total considerado é de 200%, método utilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que faz as somas dos dois cenários de votos para o Senado.

PRIMEIRO VOTO - O capitão Styvenson Valentim lidera as citações estimuladas para primeiro voto para o Senado com 17%, indica pesquisa do instituto SETA. Depois dele, Garibaldi Filho e Zenaide Maia marcaram cada um, 12%. Geraldo Melo (7%), Antônio Jácome (4%), Alexandre Motta (1%) e Magnólia Figueiredo (1%) completam a lista. Os demais não pontuaram acima de 1%. Brancos, nulos e ninguém somaram 35% e 8% não souberam ou não quiseram responder.

SEGUNDO VOTO - O capitão Styvenson Valentim (4%), Zenaide Maia (3%) e Geraldo Melo (3%) pontuaram na frente no levantamento estimulado para segunda opção de voto para o Senado. Eles são acompanhado de perto por Garibaldi Alves (2%), Antônio Jácome (1%), Magnólia Figueiredo (1%) e Alexandre Motta (2%). Os demais candidatos não pontuaram acima de um ponto percentual. Brancos, nulos e ninguém somaram 49% e 34% não souberam ou não quiseram responder.

ESPONTÂNEO - O capitão Styvenson Valentim (8%), a deputada Zenaide Maia (6%) e o senador Garibaldi Filho (5%) são os mais lembrados para o primeiro voto para o Senado no quesito espontâneo. Geraldo Melo marcou 4%, Antônio Jácome aparece com 1%. Também pontuaram nesse patamar José Agripino e Fátima Bezerra. Brancos, nulos e ninguém são 33% e 39% não souberam ou não quiseram responder.

Para o segundo voto para o Senado, a maioria dos eleitores não tem nome preferido, segundo levantamento espontâneo do Instituto Seta. Entre os citados, Zenaide Maia e Geraldo Melo tem 2% cada. Garibaldi Alves, Capitão Styvenson e Antônio Jácome têm, cada um, 1%. Brancos, nulos e ninguém são 38% e 53% não souberam ou não quiseram responder.

REJEIÇÃO - O senador Garibaldi Alves é rejeitado por 17% dos eleitores, indica pesquisa SETA. Depois dele, o nome de Geraldo Melo, com 6%, é o mais rejeitado. Após o ex-governador aparecem Antônio Jácome (4%) e Zenaide Maia (3%). O capitão Styvenson e Magnólia Figueiredo marcaram cada um 2%. Brancos, nulos e ninguém são 35% e 26% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 9 de setembro. Foram ouvidos 1.300 eleitores em todas as regiões do Estado. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob os protocolos BR-02681/2018 e RN-07553/2018.

*Com informações do Blog do BG

Nenhum comentário: