segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Para o senado Styvenson tem 27,29%, Garibaldi 20,94% e Zenaide 17,29%, aponta a Consult

O capitão Styvenson Valentim seria eleito senador pelo Rio Grande do Norte se a eleição fosse hoje com 27,29% das preferências, segundo pesquisa Consult. A segunda vaga seria disputada por Garibaldi Filho e Zenaide Maia, que estão em empate técnico com 20,94% e 17,29%, respectivamente.

Depois deles, Geraldo Melo tem 14,42%, Jácome marca 6,18%, Magnólia tem 3,59% e Alexandre Motta marca 1,65%. Os demais não pontuaram acima de um ponto percentual. Os entrevistados que não souberam ou não quiseram responder são 49,12% e 57,3% afirmam que não votarão em ninguém.

É importante ressaltar que no cenário de soma total de votos, o percentual considerado como o todo é de 200%, e não de 100%, por se tratar justamente de uma soma de dois cenários.

Primeiro Voto - O capitão Styvenson Valentim lidera as intenções de voto para o primeiro voto do Senado com 18,53% das citações. Ele é seguido por Garibaldi Filho (14,88%) e Zenaide Maia (11,94%). Geraldo Melo tem 7,18% e Antônio Jácome marcou 2,18%, acompanhado por Magnólia, com 1,35%. Os demais não pontuaram acima de um ponto percentual. Os entrevistados que não souberam ou não quiseram responder são 17,47% e 25,18% afirmam que não votarão em ninguém.

Segundo voto - O capitão Styvenson Valentim (8,76%), o ex-senador Gerlado Melo (7,24%), o senador Garibaldi Filho (6%) e a deputada Zenaide Maia (5,35%) concentram a preferência do eleitorado pelo segundo voto para o Senado. Depois dos quatro aparecem Antônio Jácome (4%), Magnólia Figueiredo (2,24%) e Alexandre Motta (1,12%). Os demais não pontuaram acima de um ponto percentual. Os entrevistados que não souberam ou não quiseram responder são 31,65% e 32,12% afirmam que não votarão em ninguém.

Rejeição - O senador Garibaldi Filho concentra a rejeição do eleitorado com 19,7%. Depois dele aparece Geraldo Melo, com 12,1%. Zenaide Maia marcou 8,4% e Jácome tem 3,6%. Nesse cenário, o Capitão Styvenson tem 2%. Os demais não pontuaram acima de um ponto percentual. Os entrevistados que não souberam ou não quiseram responder são 33,4%% e 9,4% declararam “nenhum” como opção e todos os candidatos são rejeitados por 25,4%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 7 de setembro em todas as 12 regiões do Estado. Foram feitas 1.700 entrevistas, com margem de erro de 2,3% e índice de confiabilidade de 95%. O levantamento foi registrado no TSE sob o protocolo RN-08648/2018.

*Blog do BG

Nenhum comentário: