segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Pesquisa FIERN/Certus mostra Haddad com 45,46% e Bolsonaro com 34,54% no RN

A primeira pesquisa de intenção de votos do segundo turno no Rio Grande do Norte mostra, divulgada nesta segunda-feira (15) pela FIERN/Certus mostra na sondagem estimulada que Fernando Haddad (PT) tem 45,46% da preferência para presidente, enquanto Jair Bolsonaro (PSL) tem 34,54%. A diferença entre os dois candidatos que disputam a Presidência da República fica em 10,92 pontos percentuais. Enquanto isto, 8,37% afirmam que não sabem em quem vai votar e 11,42% respondem “nenhum”.

Considerando os percentuais de votos válidos, Fernando Haddad tem 56,82%. Isso significa que, com a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, ele pode estar com índices que variam entre 53,82% e 59,82% e Jair Bolsonaro tem 43,18% dos válidos. Portanto, há possibilidade de estar entre 40,18% e 46,18%.

Na estratificação por gênero da sondagem estimulada dos votos totais, o candidato do PT tem o percentual mais expressivo entre as mulheres, com 47,34%, ficando com 43,19% entre os homens. O candidato do PSL tem o índice mais expressivo entre os homens, nos quais chega a 41,31%, ficando com 28,92% entre as mulheres.

Na distribuição por idade, o maior percentual de Haddad está entre os que têm de 25 a 34 anos, com 50,34%. Bolsonaro fica com o melhor desempenho entre os que estão com mais de 60 anos, nos quais vai a 38,67%.

A estratificação por grau de instrução mostra Haddad com 56,41% entre os que não “sabem ler nem escrever” e Bolsonaro com 41,92% entre os que têm terceiro grau incompleto ou completo. Esses são as faixas etárias na quis os dois apresentam seus melhores percentuais.

Entre os ateus, Haddad vai a 57,89% e Bolsonaro fica com 48,57% entre os evangélicos, índices mais expressivos, no Estado, dos candidatos a presidente que estão no segundo turno na distribuição segundo a religião. Nas regiões geográficas, o candidato do PT vai a 68,39% no Alto Oeste, enquanto o do PSL fica com 47,17% na Grande Natal.

REJEIÇÃO - O índice de rejeição de Fernando Haddad é de 41,56 pontos, percentual dos que respondem não votar nele de jeito nenhum. Afirmam que votariam em Haddad “com certeza” 39,65%; enquanto 17,38% que poderiam votar. Na Grande Natal, está a maior rejeição de Haddad, com 55%.

Jair Bolsonaro tem uma rejeição de 52,13%, que é o índice dos que afirmam não votar “nele de jeito nenhum”, chegando a 71,61% no Alto Oeste. Responderam que votaria nele “com certeza”, 32,20% e que poderia vir a votar 13,48%.

A 1ª Pesquisa FIERN/Certus Retratos da Sociedade Potiguar sobre o 2º Turno das eleições 2018 no RN entrevistou 1.410 eleitores entre os dias 10 a 13 de outubro, em 7 regiões e a margem de erro é de 3%. O Registro na Justiça Eleitoral  foi feito sob os números BR – 00385/2018 e RN – 02146/2018.

Nenhum comentário: