sábado, 6 de outubro de 2018

Justiça Eleitoral do RN espera concluir apuração dos votos até às 22hrs do domingo

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) estima que a apuração dos votos no primeiro turno das eleições deste ano deve ser concluída até as 22hrs do próximo domingo, 7. A votação acontece das 8hrs às 17hrs em todo o Estado, e o voto é obrigatório para pessoas alfabetizadas que têm entre 18 e 70 anos.

De acordo com o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-RN, Marcos Maia, o processo de totalização dos votos será mais rápido no pleito deste ano por causa da instalação de 176 pontos de transmissão dos resultados. A partir desses locais, os dados das urnas serão encaminhados para Natal, onde fica a central de apuração.

Segundo Marcos Maia, a instalação dos pontos de transmissão foi uma forma encontrada pelo TRE-RN para compensar o provável atraso no encerramento da votação, já que o eleitor deverá votar em seis candidatos este ano (deputado federal, deputado estadual, dois senadores, governador e presidente – nesta ordem).

“Será uma eleição de seis telas. Então, temos o tempo para o eleitor ser habilitado pelo mesário, o tempo em que o eleitor passa na cabina e o tempo de um eleitor para o outro. Em algumas seções, a votação deve terminar perto das 19h”, disse o secretário, em entrevista à 94 FM nesta quinta-feira, 4.

Apesar da projeção de atraso, o secretário de TI da Justiça Eleitoral informa que o eleitor deve se dirigir a sua seção até as 17h. “Apenas os que estiverem na fila até 17h poderão votar. Neste horário, são distribuídas fichas”, conta Marcos, que sugere que os eleitores levem uma “cola”, com os números dos seus candidatos. “Facilita e agiliza muito a votação”.

Em quase 96% dos municípios potiguares, a habilitação dos eleitores para votar será por meio da identificação biométrica. Esse processo, conta Marcos, também pode atrasar a votação, já que a biometria de alguns eleitores pode não ser reconhecida. O secretário de TI do TRE-RN estima em 10% a quantidade de falhas na captação das digitais.

“A biometria pode não ser reconhecida em idosos ou em eleitores que exercem atividades profissionais que desgastam a digital. Apesar disso, eles podem votar normalmente. A diferença é que eles serão identificados pelo método tradicional. Por isso, é importante levar documento oficial com foto [ou o aplicativo e-título, que pode ser baixado para smartphones]. Este eleitor vai assinar na folha de votação, e a ocorrência será registrada em ata pelo mesário”, conta Marcos Maia, acrescentando que, antes disso, deverão ser realizados quatro testes para reconhecimento da biometria.

O eleitor terá à disposição três opções de sistemas para acompanhar a apuração dos votos em tempo real: os aplicativos “Resultados” (disponível para smarphones) e “Divulga” (disponível para desktops ou notebooks) e o site “DivulgaWeb”. “Todos os sistemas são sincronizados ao mesmo tempo. Chegando os dados no TRE, nós fazemos a totalização e disponibilizamos o resultado em até 5 minutos para as plataformas”, finaliza Marcos Maia.

Nenhum comentário: