quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Número de mortes no trânsito cai 15% em 2019 no Rio Grande do Norte, diz Detran


O trânsito do Rio Grande do Norte apresentou queda de 15% no número de mortes nos meses de janeiro a outubro de 2019 comparado com o mesmo período de 2018. Foram 414 vítimas fatais neste ano contra 487 no ano passado. Os dados são do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN) e do Setor de Estatística do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran-RN).

A maior queda em vítimas fatais por tipo de acidente foi em casos de colisão com animais (75%). Em 2019 foram três mortes, contra 12 em 2018. Houve diminuição de 70,8% nos óbitos em acidentes envolvendo motociclistas. De janeiro a outubro deste ano foram 52, contra 178 do mesmo período no ano passado.

No entanto, houve crescimento de 800% em mortes causadas por queda de veículo. Foram 18 vítimas fatais neste ano, contra apenas duas no ano anterior. Também foi registrado um incremento de 82,7% no número de mortes em acidentes não declarados. Em 2019, o Detran notificou 285 casos contra 156 no ano passado.

Para Luciana Lima, especialista em trânsito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), os dados do estado são compatíveis com números nacionais. Foram 6.243 mortes no trânsito no Brasil em 2017 e 5.269 em 2018, redução de cerca de 16% mesmo com aumento da fota da veículos em 1,9% no país, segundo levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT) e Sindipeças.

Estatísticas no estado - Das três maiores cidades do Rio Grande do Norte, apenas Natal apresentou diminuição no número vítimas fatais no trânsito. Foram 59 vítimas fatais na capital potiguar de janeiro a outubro de 2019, contra 69 no mesmo período de 2018. Mossoró (32 mortes), no Oeste do estado, e Parnamirim (19 mortes), na Grande Natal, mantiveram os mesmos índices nos dois anos.

Nenhum comentário: