terça-feira, 8 de dezembro de 2020

RN tem 131 municípios com taxa de transmissão da Covid-19 em zonas de 'risco' ou 'perigo'

O Rio Grande do Norte tem atualmente 131 municípios que estão em zonas de "risco" ou "perigo", o que representa que estão com taxa de transmissibilidade (Rt) da Covid-19 maior que 1,03. Os dados são da plataforma de monitoramento do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN.

O número é menor do que o da semana passada, que apresentava 137 municípios nesta situação. O número atual representa 78% de todas as 167 cidades do estado.

Os municípios considerados em "risco" têm Rt entre 1,03 e 2,00. Ao todo, 105 cidades potiguares estão nesta situação - eram 80 na semana passada. Entre elas está Parnamirm, com Rt de 1,05. Isso significa que um grupo de 100 pessoas pode infectar 105 com o coronavírus.

Outras 23 cidades estão na considerada zona de "perigo", com Rt maior que 2 - o número na semana passada era de 53.

Entre as situações mais críticas estão os municípios de Senador Elói de Souza, Venha-Ver e Januário Cicco (Boa Saúde), com taxas iguais ou acima de 5. Isso significa que 1 pessoa tem capacidade de transmitir o vírus para outras 5.

O número de municípios em zona segura cresceu de 27 para 29. Esses municípios têm taxa de transmissibilidade abaixo de 1,00 . Quem entrou neste grupo nesta semana foi Natal, com Rt de 0,93 - antes a capital estava na zona de risco, com Rt entre 1,03 e 2.

O outros sete municípios do estado estão em zona neutra, com Rt entre 1,00 e 1,03.

Segundo a plataforma do LAIS, a taxa de transmissibilidade recente em todo o estado é de 0,45 e na semana passada foi de 0,46, número abaixo do registro quinzenal, que aponta 0,76.

Em relação às regiões, a plataforma aponta que cinco das oito estão em zona de risco: região de São José de Mipibu, de João Câmara, de Caicó, de Açu e Pau dos Ferros. Uma está em zona neutra (região de Santa Cruz) e duas em zonas seguras (região Metropolitana e de Mossoró).

Nenhum comentário: